Sampaoli pediu permanência de Jean Mota, que estava de saída do clube. Foto: Ivan Storti/Santos FC/Via UOL

Sampaoli pediu permanência de Jean Mota, que estava de saída do clube. Foto: Ivan Storti/Santos FC/Via UOL

Sem poder contar com as suas principais referências no último ano, o Santos aposta em um nome até então improvável em 2019 para a partida desta quinta-feira (24), diante do São Bento, às 19h15 (de Brasília), no estádio Walter Ribeiro, em Sorocaba, pela segunda rodada da primeira fase do Campeonato Paulista.

O meia Jean Mota virou a principal esperança para espantar as desconfianças no início de trabalho do técnico argentino Jorge Sampaoli.

Protagonista na vitória por 1 a 0 contra a Ferroviária, no último sábado (18), na Vila Belmiro, o camisa 41 deixou a condição de quase dispensado pelo clube para se tornar peça fundamental no esquema de Sampaoli.

"O Sampaoli me deu confiança maior, me ajudou com o posicionamento. Era diferente no ano passado, de ter que acompanhar lateral, com função diferente do meio-campista de origem. Hoje, estou na posição certa e tenho procurado melhorar para manter a regularidade. Tenho muito a aprender e evoluir", disse o jogador.

Internamente, Mota já era dado por dirigentes santistas como nome certo a deixar a Vila Belmiro em janeiro. O jogador, inclusive, estava encaminhado para jogar no Bahia, por empréstimo.

A negociação travou quando o Santos abriu negociações pelo goleiro Everson, do Ceará. Mota foi sugerido como opção para compor o negócio, mas devido a intervenção de Sampaoli acabou permanecendo.

O novo comandante santista gostou do desempenho do versátil atleta já nos primeiros treinamentos, no amistoso contra o Corinthians e, principalmente, na estréia pelo estadual.

Sampaoli escalou o alvinegro praiano no esquema 4-4-2, em formato de losango no meio-campo. Jean Mota atuou na armação de jogadas centralizado, ao lado de Diego Pituca pela esquerda, Carlos Sánchez pela direita e Alison na frente dos zagueiros.

Após o confronto, o jogador foi o principal alvo de elogios. De acordo com números do Footstats, Mota foi o segundo jogador santista que mais finalizou a gol: seis vezes, ao todo. O atacante Felippe Cardoso tentou sete, mas não acertou nenhuma vez no gol, enquanto Jean Mota teve 66,7% de aproveitamento no fundamento.

Apesar da função com maior liberdade para criação, o jogador também ajudou nos desarmes. Foram três, o segundo melhor do Santos no quesito, atrás somente do volante Alison, com seis.

Com relação aos passes, o camisa 42 só errou um dos 19 que tentou durante toda a partida. Ele também foi quem mais cruzou, superando até mesmo os laterais Victor Ferraz e Orinho.

Soteldo é regularizado, mas "estrelas" e Rodrygo estão fora
Entre as contratações já anunciadas e apresentadas, o meia Yeferson Soteldo é o único que pode estrear nesta quinta, pois já foi inscrito na Federação Paulista de Futebol (FPF). Já o zagueiro Felipe Aguilar ainda não foi regularizado e só deve estrear a partir do fim de semana, no clássico contra o São Paulo, no Pacaembu.

O Santos tem dificuldades neste início de temporada. Se não bastasse contar com apenas um reforço disponível e ainda sem entrosamento com o time titular, a equipe santista perdeu as suas principais referências, como o atacante Gabriel Barbosa, artilheiro do último Campeonato Brasileiro, com 18 gols. O jogador foi emprestado pela Inter de Milão-ITA, clube com quem possui contrato, ao Flamengo.

Além de Gabigol, o atacante Bruno Henrique foi vendido para o rival carioca por R$ 23 milhões mais a cessão por empréstimo do volante Ronaldo, cria da base flamenguista.

O lateral esquerdo Dodô também não acertou a permanência. Mesmo com preferência de compra junto a Sampdoria-ITA, o clube não conseguiu acertar com o jogador. Ele foi emprestado mais uma vez, desta vez para o Cruzeiro. O anúncio foi oficializado nesta quarta-feira (23).

Não bastasse a perda de seus pilares, o clube também não conta o atacante Rodrygo, com a seleção brasileira sub-20 para a disputa do sul-americano da categoria.

O São Bento vem de empate por 1 a 1 fora de casa, diante do Botafogo-SP, na estréia da competição, com gol de Alecsandro. A equipe sorocabana perdeu o zagueiro Anderson Salles, que jogará no futebol da Indonésia.
Para a vaga de Salles, o São Bento contratou Luizão, que chega por empréstimo do Londrina-PR.

Ficha técnica
São Bento x Santos

Data e horário: 24/01/2019, às 19h15 (de Brasília)
Local: Estádio Walter Ribeiro, em Sorocaba-SP
Árbitro: Thiago Duarte Peixoto
Assistentes: Vitor Carmona Matestaine e Marco Antonio de Andrade Motta Júnior

São Bento: Renan; Éverton Silva, Ewerton Páscoa, Diego Ivo e Marcelo Cordeiro; Paulinho, Fábio Bahia, João Paulo e Alex Maranhão; Henan e Alecsandro. Técnico: Marquinhos Santos

Santos: Vanderlei; Victor Ferraz, Luiz Felipe, Gustavo Henrique e Orinho; Alison, Diego Pituca e Jean Mota; Carlos Sánchez, Yuri Alberto e Felippe Cardoso. Técnico: Jorge Sampaoli

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Fla
    77
  • 2 Pal
    67
  • 3 San
    64
  • 4 Grê
    56
  • 5 São
    52
  • Veja tabela completa