O próximo adversário da Argentina será a Venezuela, nas Quartas de Final. (Foto: Reprodução)

O próximo adversário da Argentina será a Venezuela, nas Quartas de Final. (Foto: Reprodução)

Do UOL, em São Paulo

Depois de dois tropeços, a seleção da Argentina venceu sua primeira partida na Copa América, ontem (23), contra o Qatar, e avançou às quartas de final da competição. Em entrevista coletiva, o técnico Lionel Scaloni se disse satisfeito com a classificação, apesar de um jogo novamente sem tranquilidade para sua seleção.

"Lógico que temos coisas a melhorar, mas estamos satisfeitos. Satisfeitos porque estamos na próxima rodada, porque, por um momento, jogamos bem. Tivemos uma melhora em todos os aspectos", analisou o treinador da Argentina.

Jogando na Arena do Grêmio, a Argentina rapidamente abriu o placar com Lautaro Martínez após vacilo da zaga do Qatar. Apesar de criar boas oportunidades no ataque, os argentinos voltaram a ter problemas na defesa, que chegou a ser pressionada pelo rival, com uma bola na trave no fim do primeiro tempo. Já no fim da partida, Kun Aguero balançou as redes e garantiu vitória por 2 a 0.

Scaloni, que realizou mudanças na equipe, inclusive no meio de campo, disse que o time esteve comprometido. Com apenas um volante, Paredes, o treinador optou por um meio de campo com De Paul e Lo Celso avançados, além de Lionel Messi comandando os "hermanos" em campo.

"Quando nós nos comprometemos, podemos jogar de todas as maneiras no meio de campo. Todos se comprometeram, sem medo de jogar com uma linha de quatro, com os atacantes pressionando muito bem", analisou o treinador.

Ainda em entrevista coletiva, Scaloni reclamou da arbitragem encabeçada pelo chileno Julio Bascuñan. Além do próprio treinador, Lo Celso e Foyth receberam cartão amarelo durante o duelo. O gramado da Arena do Grêmio também foi criticado por Scaloni.

"Volto a falar sobre o gramado. Não se pode jogar em um granado como esse, não dá", esbravejou.

Com a vitória em Porto Alegre, a Argentina enfrentará a Venezuela nas quartas de final da Copa América. Os venezuelanos, que surpreenderam no Grupo A ao empatarem com a seleção brasileira por 0 a 0, foram elogiados pelo técnico argentino.

"Enfrentamos pouco a Venezuela, mas é uma equipe interessante, empatou com o Brasil, vem trabalhando bem há muito tempo, será um rival difícil", afirmou Scaloni.

Argentina e Venezuela se enfrentam na sexta-feira (28), no estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro, às 16h (de Brasília).

(Foto: Reprodução/Twitter - retirada do UOL)

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Fla
    52
  • 2 Pal
    47
  • 3 San
    44
  • 4 Cor
    42
  • 5 São
    39
  • Veja tabela completa