Treinador santista tem hoje três zagueiros machucados e um suspenso para o próximo jogo. Foto: Ivan Storti/Santos FC

Treinador santista tem hoje três zagueiros machucados e um suspenso para o próximo jogo. Foto: Ivan Storti/Santos FC

O técnico Lisca tem problemas sérios para montar o miolo de zaga da equipe do Santos. Isso porque, por conta de lesões e cartões, são quatro os desfalques no setor, fato que pode fazer o treinador recorrer à base, ou então improvisar para a partida contra o Fluminense, na próxima segunda-feira (1), pelo Brasileirão.

Lisca já não contava com Maicon, lesionado antes mesmo de sua chegada ao clube. Além disso, Luiz Felipe também se machucou. Na partida contra o Fortaleza, no último domingo (24), no Castelão, o Peixe teve mais duas baixas: Eduardo Bauermann, titular da posição, recebeu o terceiro cartão amarelo e está fora do próximo jogo; e Alex, que surgiu como opção após retornar de empréstimo, sofreu um entorse no tornozelo e virou dúvida para a próxima partida.

A recuperação de Alex, Maicon e Luiz Felipe não está descartada. Mas o trio ainda não voltou a treinar com o grupo.

Se de fato nenhum dos três se recuperar, a tendência é de que Lisca usa meninos do time sub-20 para a partida em casa. Derick, Jair e Zabala treinam frequentemente com o time profissional e podem ganhar oportunidade. Outra opção seria improvisar no setor. O volante Vinicius Balieiro, por exemplo, que já jogou na lateral, seria uma alternativa.

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Bah
    0
  • 2 Atl
    0
  • 3 Cor
    0
  • 4 Spo
    0
  • 5 Red
    0
  • Veja tabela completa