Zagueiro em ação pela Internazionale. Foto: Emilio Andreoli/Getty Images/Via UOL

Zagueiro em ação pela Internazionale. Foto: Emilio Andreoli/Getty Images/Via UOL

Um dos pilares de Tite na seleção, Miranda tem o seu futuro em aberto a partir da próxima temporada. Com o seu vínculo na Inter de Milão próximo do fim, o zagueiro de 34 anos ficará livre para assinar pré-contrato com qualquer outro clube a partir de janeiro e cogita uma mudança de ares. Entre outros, ele recebeu uma consulta recente do Porto, que acenou com a chance de seguir atuando com frequência e envolvido na Liga dos Campeões.

Desde a última Copa do Mundo, a Internazionale tenta chegar a um acordo para renovação de um ano com possibilidade de mais um, porém, ainda não conseguiu convencê-lo.

Até aqui, na atual temporada, Miranda foi titular em quatro dos oito jogos do clube na Série A italiana. Nas contas do treinador Luciano Spalletti, o defensor está hoje atrás do eslovaco Skriniar, 23 anos, e do holandês De Vrij, 26, ambos mais novos e com potencial para se firmarem.

Conforme apurado pelo UOL Esporte, a sondagem do Porto tem ligação com o ex-meia Deco, que cuida da carreira do compatriota e mantém laços estreitos com o seu ex-clube. Ele possui dois atletas nos atuais campeões portugueses: o atacante Tiquinho Soares e o defensor venezuelano Osorio, emprestado ao Vitória de Guimarães.

Existe o compromisso verbal na equipe para venda do ex-corintiano Felipe na próxima janela de transferências de verão europeia.

Além disso, com o sucesso instantâneo em sua chegada ao velho continente, é consenso que o garoto Éder Militão não deverá ficar muito tempo. A reportagem revelou que o Everton-ING já enviou um representante para acompanhá-lo em mais de um jogo. Ele tem sido destaque absoluto da campanha do Porto nesse início de temporada.

É com esse cenário em mente que os portistas trabalham para fechar com Miranda sem um custo elevado e com a garantia de um nome experiente para fazer companhia à revelação Diogo Leite, outra aposta.

Pesa a favor do clube a predileção do atleta em continuar atuando na Europa.

A interlocutores no mercado, ele confessou que a sua família não tem qualquer desejo de voltar ao Brasil nesse momento. Foi por esse motivo que, nos últimos meses, ele refutou, reiteradamente, os contatos recebidos a partir do país, especialmente, do Palmeiras, com quem manteve conversas através do diretor de futebol Alexandre Mattos.

"Palmeiras hoje é uma potência em termos financeiros e de estrutura. É um dos clubes que mais cresceram nos últimos anos, é uma potência, normal vir atrás de jogadores em alto nível na Europa. Tive conversas com alguém ligado ao Palmeiras, mas expliquei minha situação, e a conversa não evoluiu", disse, em entrevista ao canal Pilhado.

Em conversas informais, o estafe de Miranda, que retornou à seleção para os amistosos contra Arábia Saudita e Argentina, deixou claro que ele não tem intenção de reduzir o seu patamar salarial em uma eventual troca de time.

Ele desembarcou na Inter de Milão em 2015, após ser comprado ao Atlético de Madri por 15 milhões de euros. O camisa 23 virou rapidamente uma das lideranças no vestiário, mas não conseguiu repetir o mesmo sucesso de sua passagem por gramados espanhóis.

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Bah
    0
  • 2 Atl
    0
  • 3 Cor
    0
  • 4 Spo
    0
  • 5 Red
    0
  • Veja tabela completa