Ex-jogador sofreu parada cardiorrespiratória. Foto: Norberto Nicola

Ex-jogador sofreu parada cardiorrespiratória. Foto: Norberto Nicola

VEJA A PÁGINA DE MARCÃO NA SEÇÃO QUE FIM LEVOU

Um dos nomes mais importantes da história da Associação Ferroviária de Esportes, o ex-atacante Marcão morreu na madrugada desta sexta-feira (14), no Hospital São Francisco, de Araraquara, vítima de uma parada cardiorrespiratória.

Aos 65 anos, Marcão, que vinha sofrendo com as consequências do Alzheimer nos últimos anos, havia sido internado na quarta-feira, com problemas de pressão e febre. A morte do ídolo afeano foi confirmada por familiares à Rádio Cultura de Ararquara e publicada pelo Portal Morada.

Destaque da Ferroviária no início dos anos 80, Marcão teve passagem também pelo São Paulo, por indicação do, então técnico Tricolor, José Poy. Passou por outros clubes pelo Brasil e tentou ser treinador depois de pendurar as chuteiras.

O velório de Marcão ocorre na Funerária Almeida. O sepultamento será às 16h no Cemitério São Bento, na cidade de Araraquara. Ele deixa a esposa Ingrid Sievert, a enteada Flávia Sievert Rigolim e um casal de filhos de relacionamento anterior. Homenagem de Araraquara ao ídolo. Fotos: Museu do Futebol de Araraquara/Tetê Viviani

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 San
    32
  • 2 Fla
    30
  • 3 Pal
    30
  • 4 Atl
    27
  • 5 São
    27
  • Veja tabela completa