Ex-treinador do time londrino afirmou que tentou contratar Messi junto com Fábregas. Foto: Barcelona/Divulgação

Ex-treinador do time londrino afirmou que tentou contratar Messi junto com Fábregas. Foto: Barcelona/Divulgação

Treinador do Arsenal por 22 anos, Arsène Wenger foi responsável por levar jovens talentos ao time de Londres. Em uma tentativa que poderia ter mudado para sempre a história do Arsenal e do futebol, o treinador francês quase levou Lionel Messi para os Gunners.

Em entrevista ao canal de televisão Bein Sports, Wenger revelou que tentou contratar Lionel Messi e Gerard Piqué ao Arsenal na mesma época em que contratou Cesc Fábregas das categorias de base do Barcelona.

Fábregas chegou ao Arsenal em 2003. Na oportunidade, a contratação de Messi e Piqué se mostrou inviável. “Tentamos contratar Messi, Piqué e Fábregas, é claro, mas eles já eram grandes demais", recordou o francês. Naquele momento, Piqué acabou se transferindo para o Manchester United.

Anos mais tarde, Wenger enfrentou o Barcelona de Messi na grande final da Liga dos Campeões da Europa de 2006. O argentino, voltando de lesão, não participou da partida, mas Wenger recordou que naquele momento o argentino já estava consolidade no time principal barcelonista.

“Não esqueço a final da Liga dos Campeões em 2006, quando enfrentamos o Barcelona. Messi não pôde jogar esse jogo porque estava machucado ... mas isso foi há 13 anos e ele já estava consolidado no primeiro time”, lembrou.

Na mesma entrevista, o treinador francês afirmou que teve interesse em contratar Cristiano Ronaldo quando jovem. Sobre a possibilidade de treinar Messi e CR7, Wenger destacou que seria uma fantasia, mas teria adorado a experiência.

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Fla
    90
  • 2 San
    71
  • 3 Pal
    71
  • 4 Grê
    65
  • 5 Ath
    63
  • Veja tabela completa