Mano destacou a dificuldade que tinha para convocar a seleção no período em que comandou a equipe (Foto: Cesar Greco/Agência Palmeiras)

Mano destacou a dificuldade que tinha para convocar a seleção no período em que comandou a equipe (Foto: Cesar Greco/Agência Palmeiras)

O técnico do Palmeiras Mano Menezes se solidarizou ao comandante da seleção brasileira, Tite, e destacou a dificuldade de convocar a equipe verde e amarela. Em coletiva na Academia de Futebol nesta sexta-feira (24), Mano relembrou os problemas que teve no período em que trabalhou na seleção e criticou os dirigentes da CBF.

“Me lembro de ter passado uma situação semelhante (de ter problemas ao convocar jogadores que atuavam no Brasil, desfalcando, assim, as equipes no Brasileirão). Cheguei em outubro e novembro para não interferir e depois ser acusado de convocar muitos jogadores”, afirmou Mano, lembrando as críticas de que convocava apenas jogadores de fora do país.

“Veja, para não convocar os brasileiros você chama outros, outros novos que não foram convocados. E depois vem a crítica pelo número exagerado de convocações. É um problema que não pode entrar na conta do técnico da seleção. Porque ele e os clubes são os maiores prejudicados", completou.

Mano criticou o calendário brasileiro e afirmou que a responsabilidade pelo imbróglio é dos dirigentes do nosso futebol.

"Nós sabemos onde temos que resolver essa questão. No nosso calendário, no respeito às datas Fifa e seguir o que todo mundo faz. Se você quer tratar essa questão, é assim que você precisa tratar", disse.

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Fla
    77
  • 2 Pal
    67
  • 3 San
    64
  • 4 Grê
    56
  • 5 São
    52
  • Veja tabela completa