Treinador de 49 anos deixa o Sport com apenas quatro partidas. Foto: Facebook/Reprodução

Treinador de 49 anos deixa o Sport com apenas quatro partidas. Foto: Facebook/Reprodução

Lisca será o técnico do Santos para o restante da temporada, mas para desembarcar na Vila Belmiro o treinador precisou romper com o Sport após apenas quatro jogos. A curta passagem do gaúcho pela Ilha do Retiro, no entanto, não é uma novidade na carreira do profissional, que acumular trabalhos curtos nos diferentes clubes por onde passou.

Levantando os trabalhos apenas nos últimos cinco anos, quando o treinador ganhou destaque nacionalmente, Lisca tem uma média de 19,71 jogos por clube. Nesse período, foram sete equipes diferentes e em apenas uma delas o treinador ficou por mais de 30 jogos (o América-MG, onde Lisca dirigiu a equipe por 73 jogos).

O técnico passou por Paraná, Guarani, Criciúma, Ceará, América, Vasco e Sport. Desses, em três oportunidades Lisca saiu antes mesmo de completar 10 jogos (sete jogos no Paraná, nove no Guarani e quatro no Sport).

Dentro desse período, os trabalhos de maior destaque foram no Ceará, em 2018, segunda experiência de Lisca na Série A em toda a sua carreira, quando o treinador comandou a equipe na campanha heroica contra o rebaixamento, e no já citado América, onde foi vice-campeão da Série B de 2020 e semifinalista da Copa do Brasil no mesmo ano.

Lisca chega ao Santos com a missão de recuperar a equipe, que nesse momento tem 22 pontos e ocupa a 11ª posição no Campeonato Brasileiro. O treinador terá apenas a disputa do Brasileiro no restante da temporada, já que a equipe caiu na Copa Sul-Americana e Copa do Brasil.

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Bah
    0
  • 2 Atl
    0
  • 3 Cor
    0
  • 4 Spo
    0
  • 5 Red
    0
  • Veja tabela completa