Goleiro do Verdão recordou as críticas que ouviu quando foi contratado pelo clube. Foto: Cesar Greco

Goleiro do Verdão recordou as críticas que ouviu quando foi contratado pelo clube. Foto: Cesar Greco

Desconhecido quando chegou ao Palmeiras em 2014, o goleiro Jailson precisou superar a desconfiança da imprensa e da torcida para cair nas graças no Verdão. Sua contratação na época foi criticada, mas o arqueiro de manteve firme e assumiu a titularidade com a lesão de Fernando Prass em 2016. Na campanha histórica, foi peça importante na conquista do Brasileirão sob o comando de Cuca.

Em entrevista ao Ge.globo, Jailson relembrou sua chegada ao Allianz Parque. O goleiro destacou que as criticas sofridas na ocasião serviram de combustível para que se motivasse ainda mais para ter sucesso.

“Tudo tem um momento certo. Cheguei com 33 anos no Palmeiras, nunca tinha jogado uma Série A. Pessoal falou: ´pô, vai trazer um goleiro de 33 anos?´. Me criticaram bastante. Entrou em um ouvido, guardei. Tudo o que ouvi, para mim foi combustível. Fiquei um ano e meio só treinando. Quando apareceu a oportunidade, foi no Brasileiro de 2016. Palmeiras estava há anos sem ganhar nada. Daí a bomba chegou na minha mão. Falei para minha esposa: ´e agora?´. Ela disse que tinha treinado tanto e que era pra ir lá e dar conta do recado”, recordou o goleiro alviverde.

No Verdão, Jailson conquistou, além do Brasileirão de 2016, o título nacional em 2018, além da Copa do Brasil 2015, o Paulistão e a Libertadores de 2020.

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Bah
    0
  • 2 Atl
    0
  • 3 Cor
    0
  • 4 Spo
    0
  • 5 Red
    0
  • Veja tabela completa