Técnico gaúcho deixou o Imortal após derrota para o Santos. Foto: Lucas Uebel/Grêmio FBPA

Técnico gaúcho deixou o Imortal após derrota para o Santos. Foto: Lucas Uebel/Grêmio FBPA

Nome histórico do Grêmio, Luiz Felipe Scolari encerrou sua passagem pelo clube gaúcho. O treinador acabou demitido na noite do último domingo (10), após derrota por 1 a 0 para o Santos, na Vila Belmiro.

Com isso, Felipão deixa o imortal na penúltima colocação do Campeonato Brasil, e corre o risco de repetir o “feito” da temporada 2012, quando viveu situação semelhante com o Palmeiras.

Quase dez anos atrás, Scolari retornou ao Palmeiras, clube onde, assim como o Grêmio, havia sido campeão da Libertadores no passado e ostenta o status de ídolo. Com diversos problemas financeiros e estruturais, o treinador até conquistou a Copa do Brasil, mas com um elenco muito fragilizado acabou sofrendo no Brasileirão.

Em 2012, Felipão foi demitido do Verdão num cenário muito semelhante ao atual: o técnico deixou o Palmeiras na 24ª rodada do Brasileiro, quando a equipe tinha apenas 20 pontos somados. Hoje, Scolari deixa o Grêmio na 25ª rodada da competição, com apenas 23 pontos.

Nove temporadas atrás, o time de Felipão não melhorou com sua saída. O final do campeonato foi desastroso para o Verdão, que acabou rebaixado pela segundo vez em sua história. Há quem coloque a queda na conta do técnico gaúcho, manchando seu currículo. Num cenário muito semelhante quase uma década depois, Felipão corre o risco de ter a mesma mancha em sua bonita história com o Grêmio.

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Bah
    0
  • 2 Atl
    0
  • 3 Cor
    0
  • 4 Spo
    0
  • 5 Red
    0
  • Veja tabela completa