O então atacante cruzmaltino marcou o gol na final do Brasileiro. Foto: Divulgação

O então atacante cruzmaltino marcou o gol na final do Brasileiro. Foto: Divulgação

Nesta quarta-feira (08), o ex-atacante Sorato, autor do gol do Vasco contra o Sãoa Paulo na final do Campeonato Brasileiro de 1989, completa 51 anos.

Aguinaldo Luiz Sorato, natural da cidade paulista de Araras, começou sua carreira exatamente pelo Vasco da Gama em 1988 e depois passou por diversos clubes, incluindo o Palmeiras, o Botafogo (RJ), o Vasco novamente e encerrou sua carreira pela equipe carioca do Tigres do Brasil.

O JOGO MAIS IMPORTANTE DA CARREIRA DE SORATO

Vasco e São Paulo decidiram o Brasileirão uma única vez, justamente no Morumbi, em partida única na tarde de 16 de dezembro de 1989, dia em que Sorato tornou-se o carrasco do time tricolor, fazendo o gol que deu o título à equipe cruzmaltina. A partida marcou uma estreia na crônica esportiva: foi o primeiro jogo que Arnaldo Cezar Coelho comentou pela Globo.

O GOL DO TÍTULO

O lance do gol começou com Bismarch, na intermediária são-paulina. Ele tocou para Marco Antônio Boiadeiro que abriu para o lateral-direito Luis Carlos Winck, livre de marcação. Nelsinho, o lateral-esquerdo do São Paulo, estava longe do lance e o vascaíno teve muito espaço para caprichar no cruzamento.

A bola centrada por Winck passou por Bebeto mas encontrou Sorato absolutamente sozinho, que cabeceou para vencer Gilmar Rinaldi, que ainda tocou na bola, aos 5 minutos da etapa final. CLIQUE AQUI E VEJA A PÁGINA DE SORATO NA SEÇÃO "QUE FIM LEVOU?".

VEJA, ABAIXO, OS MELHORES LANCES DE SÃO PAULO 0 X 1 VASCO, FINAL DO BRASILEIRÃO DE 1989, COM NARRAÇÃO DE GALVÃO BUENO. A PARTIDA, TRANSMITIDA PELA GLOBO, MARCOU A ESTREIA DE ARNALDO CEZAR COELHO COMO COMENTARISTA DA EMISSORA

Depois do gol, o São Paulo pressionou para buscar o gol de empate, mas Acácio, goleiro do Vasco, fez excelentes intervenções. A equipe carioca, por sua vez, teve algumas chances de "matar" o jogo nos contra-ataques, mas desperdiçou boas chances com Bismarch e Bebeto. O técnico do Vasco era Nelsinho Rosa e o São Paulo era comandado por Carlos Alberto Silva, que morreu em 20 de janeiro de 2017.

Sorato, o camisa 7 do Vasco, comemora o gol contra o São Paulo na final do Brasileiro de 1989. Foto: Reprodução

EQUIPES QUE DISPUTARAM A FINAL DO BRASILEIRO EM 16 DE DEZEMBRO DE 1989

SÃO PAULO 0 X 1 VASCO - MORUMBI 

São Paulo: Gilmar Rinaldi; Netinho, Adílson, Ricardo Rocha e Nelsinho; Flávio, Bobô e Raí; Mário Tilico, Ney Bala e Edivaldo (Paulo César). Técnico: Carlos Alberto Silva.

Vasco: Acácio; Luiz Carlos Winck, Quiñonez, Marco Aurélio e Mazinho; Zé do Carmo, Marco Antônio Boiadeiro e Bismarck; Sorato, Bebeto e William. Técnico: Nelsinho Rosa.

Gol: Sorato, aos 5 minutos do 2º tempo.

DECISÃO PODERIA TER SIDO EM MAIS JOGOS

A decisão do Campeonato Brasileiro de 1989 aconteceria em, no máximo, duas partidas. A equipe de melhor campanha, no caso o Vasco, precisava de apenas dois pontos para ficar com o título (na época a vitória rendia dois pontos, não três como hoje). Assim, o clube carioca poderia levantar a taça com dois empates. O Vasco escolheu a primeira partida para ser no Morumbi e garantiu o triunfo com a vitória.

VASCO, NOVAMENTE CAMPEÃO BRASILEIRO, APÓS 15 ANOS

Foi o segundo título do Vasco no Campeonato Brasileiro, que havia levantado a taça em 1974, ocasião em que derrotou o Cruzeiro na final. Depois da conquista em 1989, o Vasco voltou a ser campeão brasileiro mais duas vezes: em 1997, ganhando do Palmeiras, e em 2000, vencendo o São Caetano.

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Fla
    90
  • 2 San
    71
  • 3 Pal
    71
  • 4 Grê
    65
  • 5 Ath
    63
  • Veja tabela completa