Foto: Athletico Paranaense

Foto: Athletico Paranaense

Quem vê hoje a equipe do Athletico Paranaense nota muitas mudanças com relação ao time escalado no ano passado, pelo então técnico Tiago Nunes. A necessidade de alimentar o caixa do clube fez com que o Furacão vendesse muitos de seus destaques, fato que desagradou o treinador Dorival Júnior.

"Eu até brinquei com o Paulo [André, coordenador geral do departamento de futebol]: parece o Big Brother, toda semana nós eliminávamos um atleta que nós já estávamos adaptando as funções que nós queríamos", comentou o comandante rubro-negro.

Dorival falou também sobre Rony, a última perda do clube paranaense. "Realmente eu contava [com Rony]. Não vou mentir pra vocês, na minha cabeça eu imaginei que nós perderíamos o Bruno [Guimarães, hoje no Lyon], com certeza, por tudo o que envolvia naquele momento, lá atrás, no meu acerto. Talvez perdêssemos mais um jogador aí, mas assim: um pouco mais espaçado. Com um pouco mais de tempo para que nós readaptássemos a equipe, e aí sim, você poderia perder mais um outro elemento. É uma situação difícil, eu não escondo isso, também não vou aqui criticar pela escolha da diretoria: o clube vive assim, nós temos que entender", explicou Dorival.

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Fla
    90
  • 2 San
    71
  • 3 Pal
    71
  • 4 Grê
    65
  • 5 Ath
    63
  • Veja tabela completa