Confira na íntegra o texto feito por Fábio Finelli

Confira na íntegra o texto feito por Fábio Finelli

A Sociedade Esportiva Palmeiras, através do seu historiador Fernando Razzo Galuppo, contesta com veeêmencia a matéria intitulada: "A história de uma marmelada documentada? veiculada no blog do jornalista Juca Kfouri, no dia 22 de fevereiro do corrente, e reproduzida com ares dramáticos pelo jornalista Bruno Freitas no portal Uol, em 23 de fevereiro do corrente, intitulada "Funcionário do Guarani ganhou carro de luxo para revelar marmelada pró-Palmeiras em 68?.
No primeiro parágrafo da matéria do blog do Juca, consta uma inverdade e um erro histórico. Diz o texto: "Em 1968, o Palmeiras corria o risco de ser rebaixado no Campeonato Paulista caso perdesse o jogo contra o Guarani, em seu penúltimo jogo pelo estadual.?
Isso nunca existiu. Pois, na partida em questão com o time campineiro, o Palmeiras já estava livre da degola. Isso porque, na rodada anterior do campeonato de 1968 o Verdão venceu o América de São José do Rio Preto, pelo placar de 2 a 0, gols marcados por Ecio Pasca e Ademir da Guia, no dia 26 de junho de 1968, em São José do Rio Preto, e livrou qualquer risco de ser rebaixado, com duas rodadas de antecedência.
Quanto a prática da cessão de jogadores aos clubes do interior paulista também levantada pelo jornalista em seu blog, não apenas o Guarani foi beneficiado em 1968. O América de São José do Rio Preto e  tantas outras agremiações naquele mesmo período também tiveram o empréstimo de atletas palmeirenses, tradição essa mantida até os dias atuais. O que em nada fere a lisura dos feitos conquistados no campo de jogo.
Aliás, cabe lembrar que a Sociedade Esportiva Palmeiras, por definição histórica e conduta, em quase cem anos de história, sempre se pautou pela conduta ética e moral de acatar a regra do jogo, lutando com ardor e paixão dentro do gramado, saindo ora vencedor  ora derrotado. Mas sempre com orgulho, dignidade e espírito olímpico.
O imbróglio levantado pelo jornalista é mais uma daquelas lendas do futebol que só os ignorantes e os desinformados levam em consideração, tentando criar uma ilação danosa a fim de envenenar o ambiente esportivo com a odiosa sanha das mentes invejosas e conspiratórias.
Fábio Finelli
Assessor de imprensa do Palmeiras
PS: Aqui publico o que falei ao próprio Fábio Finelli, por telefone: Houve marmelada sim! E isso venho falando no rádio e na TV há trocentos anos, inclusive reprisando 1000 vezes no "Gol ? O Grande Momento do Futebol?, os gols de Suingue e Cardoso, em Maidana. Para mim, sempre houve marmelada sim! E das grossas! À época, Palmeiras e Guarani deveriam ter sido rebaixados por 5 anos para a Segunda Divisão.
Milton Neves
Jornalista e Publicitário

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Bah
    0
  • 2 Atl
    0
  • 3 Cor
    0
  • 4 Spo
    0
  • 5 Red
    0
  • Veja tabela completa