Treinador português ainda afirmou que conversará com a direção santista sobre Quaresma. Foto: Santos/Divulgação

Treinador português ainda afirmou que conversará com a direção santista sobre Quaresma. Foto: Santos/Divulgação

Oficialmente apresentado na Vila Belmiro, Jesualdo Ferreira não esconde sua felicidade em chegar ao Santos. Em sua primeira coletiva no Peixe, o técnico português destacou a honra de trabalhar no time de Pelé, valorizou o trabalho de técnicos brasileiros e elogiou o legado deixado por Jorge Sampaoli no clube.

“Por que aceitei o Santos? Porque me convidaram. Foi uma honra? Sim. Nunca pensei. Os responsáveis me disseram com clareza para vir. Eu tinha que vir”, declarou o sorridente técnico do peixe.

“Com todas as dificuldades que podia sentir, jamais recusaria treinar o clube do Pelé, um clube mítico. A primeira referência do futebol brasileiro. Eu tinha 16 anos e vi o Santos contra o Benfica ser campeão do mundo”, completou.

Jesualdo lembrou técnicos brasileiros importantes para o mundo e o futebol português. Elogiou bastante Otto Glória, que dirigiu Portugal em 1966, e Felipão, em 2004. O técnico santista citou também Abel Braga, Luxemburgo e Renato Gaúcho, e elogiou o trabalho de Sampaoli em 2019.

“O que o Sampaoli fez no ano passado foi algo notável. Não estava na previsão de ninguém. Vou tirar o chapéu para os jogadores. Mas todos vocês sabem que a história de todo clube não pode parar. Para continuar a história é preciso recriar a história. O Santos ganhou tudo até hoje. Todas as competições”, afirmou.

Questionado sobre a utilização da base alvinegra, o português mostrou conhecer a filosofia do clube.

“A escola do Santos é famosa no mundo todo. Uma marca que é preciso valorizar. Só as condições ímpares do clube podem colocar isso no nível superior. Quando se tem o produto, tem que ser valorizado de forma a ser rentável o investimento feito”, comentou.

“Santos tem massa de torcida que vive de forma diferente. Percebi melhor a história e o que exigem para o clube. Jogadores que tiverem qualidade, independentemente da idade, jogarão comigo. Ponto. Mas equipe competitiva não pode ser feita com todos da mesma idade", completou.

Sobre a possibilidade a possibilidade do Santos abrir negociações com o atacante português Ricardo Quaresma, Jesualdo Ferreira lembrou do trabalho que fez com o jogador e afirmou que conversará sobre o assunto com a direção santista.

“Ganhamos juntos algumas coisas. Ricardo fez no Porto a melhor época de sua carreira. É campeão europeu por Portugal, Liga das Nações também. O Ricardo é um talento que foi crescendo ao longo da sua vida e que ajudou no futebol português”, disse.

“Percebi que há uma grande onda nas redes sociais, de fato é um tema que provavelmente vamos falar (com a direção santista). Não mais do que isso”, completou o técnico português.

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Fla
    90
  • 2 San
    71
  • 3 Pal
    71
  • 4 Grê
    65
  • 5 Ath
    63
  • Veja tabela completa