Lance polêmico durante a partida entre bolivianos e argentinos. Foto: Reprodução

Lance polêmico durante a partida entre bolivianos e argentinos. Foto: Reprodução

A polêmica envolvendo a arbitragem do jogo Always Ready 0 x 1 Boca Juniors, pela Libertadores, segue dando o que falar no continente. Agora, foi a vez de Eduardo Villegas, técnico da equipe boliviana, reclamar do pênalti marcado para os argentinos e dos “presentes" recebidos pelo trio de arbitragem antes da realização da partida. 

"Sentimos que nos roubaram. Não gosto de me justificar nem de colocar desculpas, mas o árbitro foi espantoso, horroroso. E ainda por cima depois nos mostram imagens dos presentes do Boca. É uma vergonha”, disparou Villegas.

"Por uma camisa, você não pode ser tão parcial. Ou serão outras coisas? Como se comenta aqui na Bolívia...Eu acho que o árbitro foi comprado pelo Boca, não se pode atuar tão mal. Não se pode cobrar isso. Jogamos mal, mas a diferencia esteve no pênalti, foi esse detalhe”, completou o treinador. 

Boca (vice-líder) e Always Ready (lanterna) integram o Grupo E da Libertadores, que conta também com Corinthians (líder) e Deportivo Cali (terceiro colocado). 

 

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Bah
    0
  • 2 Atl
    0
  • 3 Cor
    0
  • 4 Spo
    0
  • 5 Red
    0
  • Veja tabela completa