Treinador do São Paulo não escondeu a frustração pelo revés nos acréscimos. Foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net

Treinador do São Paulo não escondeu a frustração pelo revés nos acréscimos. Foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net

A noite foi dura para o técnico Rogério Ceni. Depois de tomar a virada do Palmeiras nos acréscimos da partida em que o São Paulo vencia por 1 a 0, na ultima segunda-feira (20), no Morumbi, o treinador tricolor não escondeu o sentimento de frustração.

Após a partida, em entrevista coletiva, Ceni se disse inconformado com a forma como a derrota veio, e destacou que teria uma longa noite pela frente.

“Estou inconformado pelo resultado na circunstância que aconteceu, amanhã quero trabalhar e tentar reconstruir”, disse Rogério, destacando que pouco conversou com o jogadores após o jogo e que a análise da derrota seria feita apenas nesta terça (21).

“Não falei com os jogadores, também só rezaram. Não tinha clima para falar, era hora de esfriar a cabeça e tem dias que é melhor não falar nada. Não consegui falar aqui, não tinha o que falar. Cada um para a sua casa, e amanhã fazer uma análise mais fria sobre tudo”, completou o treinador.

Ceni ainda disse entender as vaias da torcida e explicou que elas vieram justamente pela forma como o time sofreu a derrota e disse que certamente não dormiria, digerindo a partida.

“A vaia se dá por ter tomado dois gols. É muito pelo impulso que ninguém se conforma. Você acha que vou conformado? Acha que eu vou dormir? Acha que queríamos sofrer dois gols de bola parada, que treinamos basicamente metade do treino. No fim, vamos embora frustrados”, afirmou.

 

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Bah
    0
  • 2 Atl
    0
  • 3 Cor
    0
  • 4 Spo
    0
  • 5 Red
    0
  • Veja tabela completa