Suli

Ex-goleiro do São Paulo
Suli, o Suli Cabral Machado, ex-goleiro do São Paulo FC, entre 1962 e 1967, atualmente mora na cidade de Rio Grande, no Rio Grande do Sul. Lá, trabalhou como médico veterinário durante muitos anos, cuidando de todos os animais, embora nao gostasse de visitar as granjas da região.
 
"É que nunca gostei de frangos e perus?, brinca o ex-goleiro, que também passou pelo Botafogo de Ribeirão Preto. Atualmente está aposentado, curtindo a família e torcendo por Brasil de Pelotas e Grêmio, os times que ama.
 
Suli, que tem três filhos e seis netos, conviveu e disputou posição com ex-goleiros e grandes amigos, como Picasso, Raul, Fábio e Vanderlei.
 
Os quatro, respectivamente, hoje moram em Porto Alegre-RS, Curitiba-PR, Belo Horizonte-MG e Florianópolis-SC.
Suli defendeu a meta do São Paulo FC em 266 oportunidades e somou 138 vitórias, 65 empates e 63 derrotas (fonte: Almanaque do São Paulo - Alexandre da Costa).
 
GOL 500 DE PELÉ
 
Se o goleiro Andrada, do Vasco, teve a "honra" de levar o gol 1000 de Pelé, Suli acabou sendo "presenteado" com o gol 500 do Rei, em 02 de setembro de 1962. CLIQUE AQUI E VEJA MATÉRIA SOBRE O GOL 500 DE PELÉ EM MATÉRIA DE MARCOS JÚNIOR MICHELETTI NO PORTAL TERCEIRO TEMPO.
 
E ainda sobre Suli, recebi no dia 17 de fevereiro de 2005, o e-mail que republico, por ilustrativo e informativo.
"Neves Filho:
 
A sua memória continua poderosa! Sexta-feira passada, no Villa Lobos, lembrávamos do famoso gol de Rivelino em que a bola entrara pelo lado de fora. Você disse que a partida teria sido realizada em 1966 e que o goleiro são-paulino teria sido o Suli que, inclusive, dera uma entrevista ao final da partida dizendo que talvez nunca fosse reconhecido como um grande goleiro mas que, certamente, o seria como o único ao levar um gol com a bola entrando pelo lado de fora da rede. Acabamos questionando se o goleiro não teria sido Picasso ou o Fábio e se o ano não teria sido outro e você acabou duvidando de sua super-memória. Pois bem: consultando meus alfarrábios, atesto para todos os fins que a sua informação era correta! De fato, o goleiro titular na época já era o Fábio mas o Suli, naquele domingo, 4/12/66, pelo Campeonato Paulista, substituiu o titular durante o decorrer da partida e acabou tomando o célebre gol! Para subsidiar definitivamente a sua informação, eis a súmula do jogo:
 
São Paulo 2 x 1 Corinthians
Competição: Campeonato Paulista
Data: domingo, 4/12/1966
Juiz: Armando Marques
Estádio: Pacaembu
Cidade: São Paulo (SP)
Renda: CR$ 33221500,00
Público: 14823
São Paulo: Fábio (Suli), Osvaldo Cunha, Jurandir, Roberto Dias e Tenente; Nenê e Benê; Válter, Prospiti, Prado e Paraná.
Corinthians: Marcial, Jair Marinho, Ditão, Galhardo e Edson; Nair e Rivelino; Marcos, Nei, Flávio e Gilson Porto.
Gols: Benê 32 e Prado 42 do 1º tempo; Rivelino 27 do 2º tempo.
Como curiosas particularidades veja que entre os técnicos, o duelo foi de irmãos: pelo São Paulo Aymoré Moreira e, pelo Corinthians, Zezé Moreira. E outro detalhe: foi a única vez em que o incrível Prospiti atuou no "Majestoso". Como sempre, mal...
Abraços de seu amigo e advogado
Catta-Preta?
ver mais notícias
ver mais Áudio

Selecione a letra para o filtro

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Fla
    90
  • 2 San
    71
  • 3 Pal
    71
  • 4 Grê
    65
  • 5 Ath
    63
  • Veja tabela completa

ÚLTIMOS CRAQUES