Carlos Arthur Nuzman

Ex-atleta do vôlei e presidente do COB
por Diogo Miloni
 
Carlos Arthur Nuzman é um ex-jogador de vôlei que ingressou na vida política nos anos 90, passando pela Confederação Brasileira de Vôlei e pelo Comitê Olímpico Brasileiro. Ele foi presidente do COB de 1995 a 2017, quando renunciou ao cargo.
 
Em 5 de setembro de 2017, a Polícia Federal realizou buscas na residência de Carlos Arthur Nuzman e lhe entregou uma intimação para prestar depoimento como parte de investigação de um suposto esquema internacional de corrupção para compra de votos para a escolha do Rio de Janeiro como sede dos Jogos Olímpicos de 2016.
 
Em 5 de outubro de 2017 foi preso pela Polícia Federal, no Rio de Janeiro, na segunda fase da Operação Unfair Play.
 
Em 25 de novembro de 2021 foi condenado a 30 anos e 11 meses de prisão por corrupção passiva, organização criminosa, lavagem de dinheiro e evasão de divisas, cabendo direito de recorrer à sentença em liberdade.
 
Natural do Rio de Janeiro, o político nasceu no dia 17 de março de 1942, e se envolveu no esporte ainda garoto, quando começou a jogar vôlei.
 
Como atleta, Nuzman conquistou diversos títulos do Campeonato Carioca, atuando pelo Botafogo, entre as décadas de 60 e 70. Em 1964, teve o privilégio de fazer parte da delegação brasileira que participou dos Jogos Olímpicos de Tóquio.
 
Além disso, participou também de seis edições das Macabíadas, quatro delas como jogador e duas como dirigente, em grande parte delas acompanhado de Bernard, ex-atleta de vôlei, e Milton Neves.
 
Após deixar as quadras, Carlos Arthur se inclinou para a vida política, em 1990, assumiu a Confederação Brasileira de Voleibol, onde fez um bom trabalho, investindo na base das seleções.
 
Os reflexos do tempo em que presidiu a CBV apareceram em 1995, quando Nuzman foi escolhido para assumir o Comitê Olímpico Brasileiro.
 
Diante da principal entidade olímpica nacional, Carlos Arthur Nuzman teve altos e baixos. Episódios como processos e acusações chegaram a balançar a credibilidade do político, mas nada foi provado contra ele. 
 
Os principais feitos de sua gestão foram as escolhas do Brasil para sediar os Jogos Pan-Americanos de 2007, no Rio, e as Olimpíadas de 2016, também na cidade maravilhosa.
 
Carlos Arthur é casado com a jornalista Márcia Peltier, e, em 2009, foi escolhido uma das 100 pessoas mais influentes do País.
 
 
 
ver mais notícias

Selecione a letra para o filtro

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Bah
    0
  • 2 Atl
    0
  • 3 Cor
    0
  • 4 Spo
    0
  • 5 Red
    0
  • Veja tabela completa

ÚLTIMOS CRAQUES