Meia do Chelsea destacou situação difícil na Inglaterra. Foto: Facebook/Reprodução

Meia do Chelsea destacou situação difícil na Inglaterra. Foto: Facebook/Reprodução

Em quarentena na Inglaterra, o meia Willian, do Chelsea, vive dias difíceis na Terra da Rainha em meio ao caos provocado pelo coronavírus. Em entrevista à Gazeta Esportiva, o camisa 10 dos Blues destaca a vontade de retornar ao Brasil e destaca produtos se esgotando nos mercados locais.

“No momento eu estou sozinho. Minha esposa e filhas estão no Brasil. Eu tinha feito uma programação antes disso tudo. Elas iam na frente, eu ia ter uma folga e ia também. Agora, estou vendo aqui, se tem autorização do clube”, disse o jogador que está isolado há sete dias e relata cenário caótico em Londres.

“Nos mercados, está acabando tudo, não tem mais comida. É como se fosse uma guerra”, afirmou. “Eu tenho funcionários aqui em casa. Eles fazem esse trabalho, com muito cuidado. Estou comprando para deixar aqui em casa e ninguém precisar ficar saindo. Quanto menos sairmos, melhor, para também não pôr em risco os funcionários”, comentou o brasileiro.

O Chelsea, clube de Willian na Inglaterra, foi um dos primeiros clubes na Europa a confirmar um jogador infectado pelo coronavírus. O atacante Callum Hudson-Odoi testou positivo para Covid-19 e levou o clube londrino a colocar todo seu elenco em quarentena.

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Fla
    90
  • 2 San
    71
  • 3 Pal
    71
  • 4 Grê
    65
  • 5 Ath
    63
  • Veja tabela completa