Tite, treinador da seleção brasileira de futebol. Foto: CBF

Tite, treinador da seleção brasileira de futebol. Foto: CBF

Tite, técnico da seleção brasileira, falou em entrevista coletiva realizada na manhã desta segunda-feira (15) sobre a sua expectativa para o clássico contra a Argentina, que será realizado amanhã, no Estadio San Juan del Bicentenario. 

No bate-papo com jornalistas, o treinador não deixou claro qual alteração fará na equipe que enfrentará a Argentina, mas afirmou que existe tal possibilidade. 

"Modificações não são definitivas, é uma situação que não quero externar de forma pública. Foi um treino tático, há essa possibilidade real, e até a confirmação temos um treinamento ainda, a parte de organização tática e bola parada, para estarmos bem preparados e aí a definição da equipe”, disse Tite.

Na sequência, o treinador da seleção brasileira falou também sobre os aplausos que recebeu na Neo Química Arena quando da vitória do Brasil diante da Colômbia, na última quinta-feira (11).

"Eu me senti muito orgulhoso, muito envaidecido. Sei que grande parte do torcedor era um torcedor identificado com o Corinthians, porque era na Arena Corinthians, com todo o passado que tenho. Outros também como o Movimento Verde e Amarelo, que tem sido extraordinário conosco. Não só no momento de vitória. Um vence e por vezes tu tem que ter a resignação de reconhecer o outro lado. É difícil, muito difícil. Não tem ninguém que goste de perder, no alto nível tu sente bastante. Mas tem um limite ético humano e de educação em relação a isso. Grato, grato”, agradeceu o treinador. 

Por último, Tite comentou a ausência de jogos da seleção brasileira contra times europeus, que tem acontecido por causa da agenda cheia dos selecionados do Velho Continente. 

"Vemos resultados, por exemplo, da Itália empatando em casa com a Suíça e podendo ir para repescagem, Portugal podendo ficar fora e classificando Sérvia, que estava no nosso grupo [na Copa do Mundo]. Então tu vê que não dá para afirmar. Qual o poderio técnico que é maior, sul-americano quando se enfrenta Uruguai, Chile? Nem pego Colômbia e Argentina. Ou é enfrentando Suíça? Eu não sei. Não estou dizendo que é ou não, é, estou dizendo que não sei. E enquanto não tiver esses cruzamentos fica difícil ter um parâmetro. Vi Suíça x Itália, fizeram um e poderiam ter feito o segundo jogando lá. Tento ficar projetando situações nossas e é muito difícil na medida em que os enfrentamentos não”, completou Tite. 

 

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Bah
    0
  • 2 Atl
    0
  • 3 Cor
    0
  • 4 Spo
    0
  • 5 Red
    0
  • Veja tabela completa