Treinador do Timão não poupou críticas ao árbitro Néstor Pitana. Foto: Rodrigo Coca/Ag. Corinthians

Treinador do Timão não poupou críticas ao árbitro Néstor Pitana. Foto: Rodrigo Coca/Ag. Corinthians

A eliminação do Corinthians na pré-Libertadores, diante do Guaraní-PAR não faz o técnico Tiago Nunes ver terra arrasada no Timão. Em coletiva após a partida na noite desta quarta-feira (12), o treinador alvinegro elogiou o desempenho de sua equipe, destacou que viu o Corinthians superior ao time paraguaio e criticou a arbitragem do argentino Néstor Pitana na partida.

“Queria agradecer ao nosso torcedor, que valorizou muito o esforço dos atletas em campo aplaudindo depois da partida. E parabenizar os jogadores pelo o que eles fizeram, se doaram muito. Criamos o suficiente para vencer. Ao mesmo tempo, quero pedir desculpas a arbitragem brasileira pela crítica que fazemos, ainda mais enfrentando uma arbitragem terrível como a de hoje, do Néstor. Um cara experiente no futebol, sabe levar um jogo da maneira que deseja. Foi determinante”, declarou Tiago Nunes.

“Importante lembrar que vencemos, criamos para tal, jogamos com um a menos (Pedrinho expulso). Fomos superiores ao adversário nas duas partidas. Em um momento pontual, até o momento que houve a falta que não aconteceu, o Gil não toca no jogador deles. Quando as coisas fogem do nosso controle, saem da normalidade do campo, é difícil fazer uma avaliação precisa”, analisou o treinador alvinegro.

Tiago ainda saiu em defesa do meia Pedrinho que foi expulso ainda no primeiro tempo, deixando o Corinthians com um jogador a menos na maior parte do jogo. O treinador tirou o rótulo de vilão das costas do camisa 10 e destacou que está satisfeito com o desempenho da equipe nessas primeiras 9 partidas sob seu comado.

“Não tem nada de vilão, é um jogador muito importante para a nossa equipe. A primeira falta foi um acidente, foi bem na minha frente. A segunda ele nem enxerga, está de costas tentando a bicicleta, mas o adversário antecipa. Como vou culpar? Não tem como. Enquanto esteve em campo contribuiu muito. Tem todo o nosso carinho. Eu não fico passando responsabilidade, temos que lamber nossas feridas, saber o que precisamos melhorar. Que esse momento sirva de aprendizado”, destacou o comandante.

“O que fico satisfeito é que a equipe lutou, foi equilibrada. Penso que somente contra o Mirassol tivemos dificuldades, mas, nas demais, sempre fomos melhores que os adversários. Dentro de uma mudança de cultura de futebol que a gente está tentando implementar, nove jogos é o início de um trabalho. Temos muito pela frente para colher melhores frutos na temporada”, declarou Tiago.

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Fla
    90
  • 2 San
    71
  • 3 Pal
    71
  • 4 Grê
    65
  • 5 Ath
    63
  • Veja tabela completa