Neymar se lesionou em jogo do PSG contra o Basaksehir, pela Liga dos Campeões. Foto: Lucas Figueiredo/CBF

Neymar se lesionou em jogo do PSG contra o Basaksehir, pela Liga dos Campeões. Foto: Lucas Figueiredo/CBF

O atacante Neymar preocupa a comissão técnica da seleção brasileira desde que se lesionou em partida do PSG pela Liga dos Campeões, na última quarta-feira (28). Com problema muscular, a tendência é que o camisa 10 não dispute os dois próximos jogos do Brasil nas eliminatórias, pelo menos é o que afirma o técnico do PSG, Thomas Tuchel.

“Ele tem uma pequena lesão no adutor. Estamos tristes por ele. Ele vai voltar depois da pausa para jogos internacionais (das seleções)”, disse Tuchel. “Para mim, é impossível que ele jogue com o Brasil. Passaria uma mensagem ruim”, completou o treinador do time francês.

Tuchel ainda  criticou o calendário de Datas Fifa e destacou que o excesso de jogos está comprometendo a atuação dos atletas em seus clubes.

“Nós estamos matando os jogadores. Há uma grande correlação entre preparação, performance e períodos de descanso. No futebol, nós sempre pegamos os melhores jogadores, porque eles também jogam por seu país. Eles têm viagens. Para mim, é muito, não há uma fase para recuperação”, declarou o treinador alemão.

A seleção brasileira entra em campo no dias 13 e 17 de novembro, contra Venezuela e Uruguai respectivamente, em jogos válidos pela 3ª e 4ª rodadas das Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2022. Caso não tenha condições de jogo, Neymar seria mais um desfalque para o técnico Tite que já precisou cortar Philippe Coutinho e Fabinho, também lesionados.

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Bah
    0
  • 2 Atl
    0
  • 3 Cor
    0
  • 4 Spo
    0
  • 5 Red
    0
  • Veja tabela completa