Jogador do PSG prestou depoimento em São Paulo. Foto:  AMAURI NEHN/BRAZIL NEWS/Via UOL

Jogador do PSG prestou depoimento em São Paulo. Foto: AMAURI NEHN/BRAZIL NEWS/Via UOL

Neymar deixou a delegacia de defesa da mulher hoje após 5 horas e deu uma breve declaração à imprensa. O jogador, que prestou depoimento sobre a acusação de estupro feita por Najila Trindade contra ele, não respondeu perguntas e ressaltou que "a verdade aparece cedo ou tarde". Dito isso, com um sorriso, o atleta agradeceu ao apoio das pessoas e deixou o local.

"Vou ser breve hein... Só agradecer o apoio, agradecer o carinho de todo mundo que tá mandando mensagens. Todas as mensagens que recebi até hoje. Dizer que estou muito tranquilo. A verdade aparece cedo ou tarde. Único desejo que tenho nesse momento agora é que esse caso acabe o mais rápido possível", disse Neymar.

Foi a primeira vez que o jogador deu uma declaração à imprensa sobre o caso. Antes, Neymar havia apenas se manifestado através de vídeo em seu Instagram, no qual negou os fatos e mostrou conversas e imagens de Najila. O vídeo, inclusive, deu origem a outro inquérito contra Neymar, desta vez por vazar imagens íntimas de Najila Trindade.

Antes de Neymar as promotoras de enfrentamento à violência doméstica, que acompanham o caso desde o último sábado, deram uma breve coletiva de imprensa, na qual afirmaram que o jogador respondeu todas as perguntas feitas e que negou ter cometido o crime de estupro.

Jornalistas de todo mundo, helicópteros e fãs acompanharam as 5 horas de Neymar na delegacia. O que Neymar disse em seu depoimento, no entanto, está em segredo de justiça por se tratar de investigação de crime sexual.

Neymar deixou a delegacia no mesmo veículo que chegou e foi escoltado por carros de polícia. Na saída, as pessoas gritaram o nome do jogador e palavras contra Najila Trindade.

A investigação
O Ministério Público acompanha o caso desde sábado com promotoras da Promotoria de Enfrentamento à Violência Doméstica. Elas reafirmaram hoje que podem pedir novas investigações. Ontem, Flávia Merlini e Estefânia Paulin falaram que em casos de crime sexual a palavra da vítima tem poder, mas desde que estejam de acordo com os fatos apurados na investigação.

Najila Trindade prestou seu depoimento na Delegacia de Defesa da Mulher na última sexta-feira. Ela foi ouvida por cerca de 4h30 pela delegada Juliana Lopes Bussacos, que coordena as investigações e deixou o local carregada pelo seu ex-advogado após passar mal.

O depoimento de Neymar sinaliza que o inquérito policial está chegando ao seu fim. A reportagem apurou que a intenção das autoridades policiais é terminar as investigações com menos de 30 dias contando a data do boletim de ocorrência no dia 31 de maio. No entanto, o rumo pode mudar se um novo elemento for apresentado ou se a delegada julgar necessário. Ela pode voltar a ouvir as duas partes e até pedir uma acareação, apesar de o procedimento ser pouco comum em casos de crime sexual.

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 San
    32
  • 2 Fla
    30
  • 3 Pal
    30
  • 4 Atl
    27
  • 5 São
    27
  • Veja tabela completa