Andrés Sanchez, Presidente do Corinthians. Foto: Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians

Andrés Sanchez, Presidente do Corinthians. Foto: Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians

No programa "Terceiro Tempo", da TV Bandeirantes, do último domingo (28), o apresentador Milton Neves antecipou a informação de que um grupo de conselheiros do Corinthians pediria na Justiça nesta semana o afastamento imediado do presidente Andrés Sanchez. E a informação foi confirmada, conforme você confere na nota abaixo, divulgada pela Frente Liberdade Corinthiana.

A Frente Liberdade Corinthiana esclarece ao público em geral que, na noite de ontem, 30/06/2020, o Poder Judiciário indeferiu um dos pedidos formulados na petição inicial. O de tutela de urgência. Motivo. A decisão poderia ser mais gravosa a Andrés Sanches, saindo da cadeira da presidência, do que a exclusão do Corinthians ao Profut, em que é beneficiário de um parcelamento fiscal. Todavia, permanece pendente o outro pleito. O de tutela de evidência, o qual será apreciado após a defesa do réu.

Diante do farto material probatório produzido, e por entendermos que o nobre e culto juiz fez uma análise superficial da demanda, como reza formalmente a lei, continuamos confiantes no resultado final. A Justiça é um valor que nasce no coração e se revela na coragem das nossas ações.

É nosso dever como associados e conselheiros lutar até o fim. A vida é feita de capítulos. Um capítulo ruim não quer dizer que é o final da história. E estamos confiantes que logo diremos: “Não foi fácil, mas conseguimos”. Afinal, como Corinthianos, que amam e se preocupam a instituição, não desistiremos nunca, pois nos fiamos na esperança de dias melhores, principalmente na chegada da justiça.

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Fla
    90
  • 2 San
    71
  • 3 Pal
    71
  • 4 Grê
    65
  • 5 Ath
    63
  • Veja tabela completa