Luxa dirigiu o clube merengue em 2005. Foto: Facebook/Reprodução

Luxa dirigiu o clube merengue em 2005. Foto: Facebook/Reprodução

A passagem de Vanderlei Luxemburgo como treinador do Real Madrid nem de longe foi um sucesso. Um dos principais motivos que ajudam a entender o cenário foi a tentativa de mudar a cultura dos jogadores locais por perto do treinador brasileiro.

Peça fundamental nos Galácticos naquele momento, o ex-lateral Roberto Carlos acredita que o fato de Luxemburgo não conhecer os jogadores merengues foi fundamental para o insucesso do trabalho. Em documentário produzido pelos canais ESPN que relata a passagem de Luxa pela Espanha, Roberto Carlos relembra que Vanderlei tentou impor costumes do futebol sul-americano, e isso o prejudicou no relacionamento com o elenco do Real Madrid.

“Ele (Luxemburgo) veio de uma escola sul-americana para o futebol europeu. Ele não conhecia muito bem o clube. Nós tínhamos o costume de chegar na concentração e, antes do jantar, tomar a nossa cervejinha e o nosso vinho. Quando o Vanderlei chegou, ele tirou primeiro a cerveja e depois tirou as garrafas de vinho”, recordou Roberto Carlos.

“Eu e o Ronaldo, nós falamos: ´Professor, eles (estrangeiros) têm os costumes deles aqui... Tenta não mudar, não, senão a gente vai ter problemas”, completou o ex-lateral esquerdo.

Luxemburgo comandou o Real Madrid em 36 jogos no ano de 2005. O treinador brasileiro obteve 24 vitórias, 4 empates e 8 derrotas a frente do clube madrilenho.

RELEMBRE A VITORIOSA CARREIRA DE LUXEMBURGO NA SEÇÃO "QUE FIM LEVOU?"

VEJA A TRAJETÓRIA DE ROBERTO CARLOS

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Bah
    0
  • 2 Atl
    0
  • 3 Cor
    0
  • 4 Spo
    0
  • 5 Red
    0
  • Veja tabela completa