Foto: Lucas Uebel/Grêmio

Foto: Lucas Uebel/Grêmio

O empate em 0 a 0 diante do Goiás, na noite do último sábado (12), esfriou a reação do Grêmio no Campeonato Brasileiro. E, para Renato Gaúcho, o fato de o Tricolor gaúcho estar disputando três competições ao mesmo tempo dificulta brigar pela taça do Nacional contra São Paulo, Atlético-MG e Flamengo.

"Tem tanta coisa para acontecer no Campeonato Brasileiro. Não só com o Grêmio, mas com todas as equipes. Nove pontos são três jogos e tem muita coisa para acontecer. Tirando Palmeiras e Santos, a vantagem das outras equipes é jogar só no final de semana. É uma vantagem muito grande, dá para treinar e recuperar jogadores. Enquanto equipes que estão na Libertadores e Copa do Brasil se matando, outros estão na rede e na sombra. Mas faz parte, não vamos esquecer o Brasileiro, não. Vamos lutar até onde der. Vamos tentar avançar nas competições e no Campeonato Brasileiro", disse Renato Gaúcho.

"É difícil trabalhar a cabeça do jogador principalmente na véspera de uma decisão como o Santos. Mas acho que minha equipe se comportou bem. O Grêmio está acostumado a decidir e hoje botamos vários garotos e falta um pouco de experiência, algo normal, e entrosamento. Sinceramente, não achei que minha equipe estava com a cabeça em outro lugar. E isso seria normal, até certo ponto. Mas esse grupo está acostumado a decidir", comentou. Decidir e correr, `se matando´. Enquanto alguns adversários descansam”, completou.

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Bah
    0
  • 2 Atl
    0
  • 3 Cor
    0
  • 4 Spo
    0
  • 5 Red
    0
  • Veja tabela completa