O camisa 10 mais famoso da história do Cruzeiro não foi à Copa de 70. Foto:

O camisa 10 mais famoso da história do Cruzeiro não foi à Copa de 70. Foto:

Um dos mais talentosos meias de sua geração, Dirceu Lopes completa 73 anos nesta terça-feira (3). 

O camisa 10 mais famoso da história do Cruzeiro, clube pelo qual conquistou entre outros o título da Copa Libertadores de 1976, iniciou sua carreira pelo time celeste de Belo Horizonte em 1964, permanecendo até 1977, ano em que se transferiu para o Fluminense, permanecendo no clube das Laranjeiras apenas naquele ano.

De volta a Minas Gerais, Dirceu Lopes vestiu a camisa do Uberlândia, entre 1978 e 1980, ano em que encerrou sua carreira.

Meia-equerda de rara técnica, Dirceu Lopes acabou ficando de fora da lista definitiva de Zagallo para a Copa do México de 1970. O entrão treinador alegou seu !"corte" por considerar que havia outros jogadores com as mesmas características do baixinho de São Leopondo (região metropolitana de Belo Horizonte) nascido em 03 de setembro de 1946.

CLIQUE AQUI E VEJA A PÁGINA DE DIRCEU LOPES NA SEÇÃO "QUE FIM LEVOU?"

O Cruzeiro no Mineirão. Em pé, da esquerda para a direita, Darci Meneses, Mariano, Moraes, Raul, Wilson Piazza e Vanderlei. Agachados: Eduardo Amorim, Zé Carlos, Ronaldo, Dirceu Lopes e Joãozinho. A foto, de Guinaldo Nicolaevsky, saiu na revista Placar em 1977

No vagão refeitório, o Cruzeiro indo de trem para a região centro-oeste brasileira na década de 60. Da esquerda para a direita estão Piazza, Dirceu Lopes e Tostão

Descontração durante treino da seleção brasileira na preparação para a Copa de 70. Em pé, Rivelino, Paulo Cézar Caju e Edu. Pelé observa a bola no pé de Rivellino e Dirceu Lopes, à direita, fez um gorro com sua camisa de treino

 

 

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Fla
    39
  • 2 San
    37
  • 3 Pal
    36
  • 4 Cor
    32
  • 5 São
    31
  • Veja tabela completa