A vitória praticamente garante a classificação do alviverde para a próxima fase

A vitória praticamente garante a classificação do alviverde para a próxima fase

Do UOL, em São Paulo

Não foi uma partida fácil, mas o Palmeiras conseguiu vencer o São Bernardo por 1 a 0 na noite deste domingo, no estádio 1º de maio, em São Bernardo. O time da casa deu trabalho, e coube ao zagueiro Vitor Hugo, com um golaço de bicicleta, furar o bloqueio adversário e decidir a partida.

A vitória praticamente garante a classificação do alviverde para a próxima fase: é só a Portuguesa não vencer o Corinthians na terça-feira. O Palmeiras é líder do Grupo 3, com 24 pontos.

Agora o foco total é na quarta-feira, quando acontece o clássico contra o São Paulo, no Allianz Parque – nenhum dos dois clubes venceu um rival ainda na temporada.

Fases do jogo: O primeiro tempo foi extremamente truncado: marcando forte, o São Bernardo conseguiu travar as ações ofensivas do Palmeiras. Do lado alviverde, o jogador que mais se articulava para criar algo era Cristaldo: saindo muito da área, o argentino buscou bastante a bola.

Apesar da movimentação de Cristaldo, a maior parte das finalizações saiu dos pés de Rafael Marques: o atacante tentou de fora da área, de cabeça e até um voleio, mas não conseguiu levar muito perigo ao gol de Daniel.

A melhor chance foi com Dudu: o camisa 7 recebeu bom passe na área, se livrou do marcador e bateu rasteiro, rente à trave direita do gol. Quase.

O São Bernardo arriscou alguns contragolpes, mas também sem assustar Fernando Prass. O apito do intervalo colocou um fim em uma primeira metade morna e de poucas emoções no estádio 1º de Maio.

As coisas não melhoraram muito no segundo tempo, que começou com Gabriel arriscando um bom chute – a bola passou com perigo. Robinho teve uma boa chance, aproveitando um desvio de cabeça de Rafael Marques, mas não conseguiu acertar em cheio no chute.

Se o ataque e o meio não funcionavam também, coube a um zagueiro tirar o zero do placar – e com que estilo. Depois de cobrança de escanteio da direita, Rafael Marques outra vez cabeceou. Daniel espalmou e, no rebote, Vitor Hugo acertou uma linda bicicleta. 1 a 0 Palmeiras.

O gol abriu um pouco a partida, e Fernando Prass precisou trabalhar, com uma bela defesa em cobrança de falta de Jean Carlos. Bom para o Palmeiras, que conseguiu segurar a vitória até o final.

O melhor – Rafael Marques (Palmeiras). Diante das dificuldades de criação, o atacante buscou a bola e arriscou varias finalizações. Acabou sendo o mais perigoso do ataque alviverde;

O pior – Cañete (São Bernardo). Não criou absolutamente nada. Nervoso, ainda levou um cartão amarelo. Foi substituído na segunda etapa após atuação muito apagada.

Chave do jogo: Bola aérea: O Palmeiras tinha muitas dificuldades para furar a defesa quando Rafael Marques subiu de cabeça e forçou Daniel a uma grande defesa. No rebote, Vitor Hugo abriu o placar. Quando estava difícil pelo chão, a bola aérea resolveu para o alviverde.

Para lembrar:

Furada com estilo. Rafael Marques arriscou um bonito voleio no primeiro tempo. Só faltou acertar a bola. A furada não assustou o goleiro Daniel.

Lance de efeito. Marino, do São Bernardo, acertou um bonito chapéu em Arouca no meio de campo. Depois, por pouco não repetiu a dose em Victor Ramos.

Hermanos nervosos. Os dois argentinos em campo, Cañete e Cristaldo, deram entradas mais duras e levaram cartões amarelos já no primeiro tempo.

Expulsão bizarra. O mascote do São Bernardo – um tigre – imitou um porco durante a partida, e acabou expulso pelo árbitro Douglas Marques da Costa.

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Fla
    61
  • 2 Pal
    53
  • 3 San
    48
  • 4 Cor
    44
  • 5 São
    43
  • Veja tabela completa