Alex Dias Ribeiro estreou na F1 pela Hesketh, que estampava na carenagem a revista Penthouse. Foto: Reprodução

Alex Dias Ribeiro estreou na F1 pela Hesketh, que estampava na carenagem a revista Penthouse. Foto: Reprodução

Independente do desenho do carro, alguns modelos estiveram de certa forma ligados ao mercado de "entretenimento adulto", como a Surtees de Alan Jones, a Hesketh de Alex Dias Ribeiro, estes dois na Fórmula 1, e o Ford Taurus de Mark Martin na NASCAR.

PRESERVATIVO MASCULINO

Quem via a Surtees do australiano Alan Jones em 1976 com o patrocínio da "Durex" estampando sua carenagem, poderia pensar que se tratava do adesivo colante. No entanto, a marca representava um dos líderes de vendas em preservativos masculinos, até hoje no mercado. 
 
Aquela foi a segunda temporada de Alan Jones na Fórmula 1, e embora o seu Surtees TS-19 não fosse dos melhores carros, longe disso, foi com ele que o piloto conseguiu figurar três vezes no top-6 daquele ano, com dois quintos lugares (Bélgica e Grã-Bretanha) e um quarto lugar, no marcante GP do Japão, aquele em que James Hunt sagrou-se campeão superando Niki Lauda.
 

Os preservativos "Durex" bancaram a temporada de Alan Jones na F1 em 1976. Foto: Divulgação

BRAMBILLA RECUSOU PATROCÍNIO...

O saudoso italiano Vittorio Brambilla (1937-2001), católico fervoroso, não quis estampar a marca dos preservativos "Durex" nos dois anos em que compeiu pela Surtees (1977 e 1978), após deixar a March. A solução foi convencer a Beta (ferramentas), que então o patrocinava na March, a continuar com ele no time de John Surtees, o que de fato aconteceu.

 
REVISTA PARA PÚBLICO ADULTO
 
O brasileiro Alex Dias Ribeiro, criador dos "Atletas de Cristo", se diverte quando lembra do primeiro carro que utilizou na Fórmula 1, em 1976 o Hesketh-Ford, que tinha patrocínio da revista adulta Pent"house", que na época rivalizava com outras duas publicações do segmento: a Playboy e a Hustler.
 
No carro #25, além da inscrição "Penthouse", também estava o desenho de uma mulher em pose sexy. Alex disputou um único GP com o carro "pornográfico", o GP dos Estados Unidos, em Watkins Glen, e apesar das enormes limitações mecânicas, conseguiu um bom 12º lugar após partir do 22º posto do grid. 
 

Alex Dias Ribeiro em sua estreia na F1, em Watkins Glen, nos Estados Unidos. No carro do piloto, fundador dos "Atletas de Cristo", o patrocínio da revista Penthouse, à época rival da Playboy e Hustler. Praparando-se para ir à pista, Alex observa o Ensign do belga Jacky Ickx. Atrás de Alex, o bico laranja da March de Vittorio Brambilla. Foto: Divulgação

 
AZULZINHO...
 
O norte-americano Mark Martin, um dos grandes nomes da NASCAR, vencedor de mais de 90 corridas pelas três divisões (Sprint Cup, Xfinity Series e Camping Truck Series), teve seu Ford Taurus "vitaminado" pelo patrocínio do Viagra, medicamento criado pela Pfizer, amplamente utilizado para disfunção erétil, primeiro patenteado nos Estados Unidos (em 1996), liberado para comercialização em 1998, tanto nos EUA quanto no Brasil.
 

O Ford Taurus de Mark Martin na NASCAR, com patrocínio do Viagra, medicamento utilizado para disfunção erétil, criado pela Pfizer. O carro rendeu boas vitórias ao piloto norte-americano e não costumava "deixá-lo na mão". Foto: Divulgação

 

   

 

CLIQUE AQUI PARA ACESSAR A HOME DE AUTOMOBILISMO DO PORTAL TERCEIRO TEMPO 

CLIQUE AQUI PARA ACESSAR O CANAL DO BELLA MACCCHINA NO YOU TUBE

 

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Bah
    0
  • 2 Atl
    0
  • 3 Cor
    0
  • 4 Spo
    0
  • 5 Red
    0
  • Veja tabela completa