Zagueiro Kaiky, de 17 anos, e o atacante Ângelo, de 16, serão peças fundamentais no Peixe em 2022. Foto: Ivan Storti/Santos FC

Zagueiro Kaiky, de 17 anos, e o atacante Ângelo, de 16, serão peças fundamentais no Peixe em 2022. Foto: Ivan Storti/Santos FC

O ano de 2021 não deixará saudades no santista. Depois de quase cair no Paulistão, o clube sofreu (ainda sofre, é verdade) no Brasileirão, onde a zona de rebaixamento também o ameaçou durante todo o tempo.

A vitória sobre o Redl Bull Bragantino, na noite da última quarta-feira (10), na Vila Belmiro, indicou duas coisas para o santista: A primeira é que o clube reduziu drasticamente suas possibilidades de queda e deve escapar do tão temido e inédito rebaixamento; a segunda é que o futuro do clube, mais uma vez, passa pelos meninos da base alvinegra.

Respirando na luta contra o Z4, o Peixe pode olhar com mais tranquilidade para 2022. É preciso reforçar o elenco, pensar em algumas peças que cheguem e elevem o patamar da equipe. Certo é que, para o próximo ano, o clube precisa “investir” ainda mais em seus meninos, especialmente em dois, que parecem mais prontos a cada dia: Kaiky e Ângelo.

Os dois jogadores, ainda menores de idade (Kayki tem 17 anos e Ângelo, 16), são o futuro do clube, mas cada vez mais são o presente da equipe.

Impressiona a tranquilidade e a capacidade técnica de Kaiky, um zagueiro rápido, inteligente e frio nas tomadas de decisão. Joga como um veterano e certamente será jogador de sucesso europeu e seleção brasileira. Fez muita falta enquanto esteve fora da equipe por lesão e mostrou muito do quanto tempo de bola diante do RB.

Já Ângelo vive outro patamar, ainda mais cru, oscila mais. Também pudera. O menino tem 16 anos. Repito: 16 anos! Mas ainda assim, especialmente quando entra no decorrer da partida, causa muitos problemas aos adversários. Ângelo é rápido, tem habilidade pura, é inteligente, agudo, ousado. Ângelo é a essência do que é o Santos Futebol Clube.

Seja por questões técnicos, dando retorno dentro de campo, ou financeiras, com o retorno financeiro no futuro, o futuro do Santos passa especialmente por esses dois meninos.

Há muitos pontos a ser definidos para 2022, como renovar ou não com o importantíssimo Tardelli, buscar um lateral direito, definir o futuro de Marinho, buscar mais um meia. Mas uma coisa é certa: O Peixe precisa se preocupar e se planejar em potencializar os talentos desses dois jovens.

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Bah
    0
  • 2 Atl
    0
  • 3 Cor
    0
  • 4 Spo
    0
  • 5 Red
    0
  • Veja tabela completa