Descubra quem foi o melhor e o pior de cada time

Descubra quem foi o melhor e o pior de cada time

A Seleção Brasileira, mais uma vez, tomou um susto no começo da partida, quando Camarões chegou a empatar o placar e ameaçar uma virada. Porém, Neymar, com seu brilhantismo, apareceu e decidiu o duelo. Agora, chegou o momento de descobrir quem foi o melhor e o pior de cada time. Confira também as notas de Volker Finke e Luiz Felipe Scolari, técnicos das seleções. Não podemos esquecer o trio de arbitragem, comandado pelo sueco Jonas Eriksson.

 

Camarões

Itandje – 5 – Só teve culpa direta no segundo gol brasileiro, mas não passou segurança aos companheiros.

Nyom – 6 – Não foi tão bem na marcação, mas quando cegou ao ataque, fez grande jogada e deu a assistência para o gol de Camarões.

N’Koulou – 5,5 – Até conseguiu fazer bons desarmes, mas sofreu muito na marcação e abusou das faltas em cima de Neymar.

Matip – 6 – Foi bem defendendo o jogo aéreo, mas teve dificuldades na marcação. Porém, subiu ao ataque e fez o gol de Camarões ainda na primeira etapa.

Bedimo – 6 – Não teve grandes dificuldades em parar Hulk. Até conseguiu chegar ao ataque bem no primeiro tempo.

Mbia – 5,5 – Conseguiu fazer bons desarmes, mas apelou em diversos momentos e acabou tomando o amarelo.

Nguemo – 5 – Ficou preso apenas na marcação, não se destacou e pouco ajudou o ataque e a saída de bola.

Enoh – 5 – Começou a partida jogando muito duro, tomou o amarelo com 10 minutos de jogo.

Aboubakar – 5,5 – Foi esforçado durante a partida. Ajudou na marcação, mas pouco criou no ataque e saiu no segundo tempo.
Webo – 5 – Entrou e pouco tocou na bola, não interferiu em nada na partida,

Moukandjo – 5,5 – Mostrou vontade e muita correria, mas não foi efetivo no ataque e acabou sendo substituído no começo do segundo tempo.
Edgard Salli – 5 – Entrou para congestionar o meio-campo, mas não foi eficaz na marcação nem na criação de jogadas.

Choupo-Moting – 5,5 – Até conseguiu dar um trabalho para os zagueiros com sua correria, mas não conseguiu criar grandes chances e foi substituído.
Makoun – 5 – Entrou no final da partida e pouco interferiu na partida, praticamente não tocou na bola.

Técnico: Volker Finke – 6 – Escalou um time fraco na marcação e suas substituições não sortiram efeitos.

Brasil

Julio César – 5,5 – Não passou segurança à defesa brasileira de novo. Não teve culpa direta no gol, mas poderia ter evitado o cruzamento.

Daniel Alves – 5 – Mais uma vez, falhou na marcação e errou no lance do gol de Camarões.

Thiago Silva – 5,5 – Teve grandes dificuldades no primeiro tempo, quando a seleção tomou uma pequena pressão de Camarões. Além de não ter conseguido cortar o cruzamento no lance do gol adversário.

David Luiz – 6 – Não conseguiu encaixar sua boa marcação no primeiro tempo e errou diversos passes no campo de ataque. Por outro lado, deu a assistência para Fred marcar o terceiro gol brasileiro.

Marcelo – 7 – Um dos mais regulares durante a Copa, Marcelo fez outra boa partida. Foi bem na defesa e apareceu com qualidade no ataque.

Luiz Gustavo – 7 – Além de ser efetivo na marcação, roubando diversas bolas no meio-campo. Foi ele quem deu a assistência para o primeiro gol de Neymar.

Paulinho – 5 – Pouco participativo no ataque. Outra vez, ficou escondido no meio campo e não foi o que todos esperavam. Acabou saindo no intervalo.
Fernandinho – 6,5 – Entrou e mudou a dinâmica do meio-campo. Além de conseguir completar bons passes, fez o quarto gol do Brasil na partida.

Oscar – 6 – Passou o primeiro tempo um pouco apagado, mas, com a saída do Neymar, assumiu o meio-campo brasileiro e deu uma bela assistência para Fernandinho marcar o quarto gol da seleção.

Hulk – 5 – Não empolgou. Até participou bastante do ataque, mas errou muitos passes e individualizou muitas jogadas. Acabou sendo substituído no segundo tempo.
Ramires – 6 – Entrou e conseguiu dar mais consistência no meio-campo brasileiro. Ainda conseguiu puxar bons contra-ataques.

Neymar – 9 – Foi o jogador mais criativo do Brasil na partida. Foi ele quem fez os dois primeiros gols do Brasil.
Willian – 6 – Não foi brilhante, mas conseguiu criar boas jogadas e ainda conseguiu segurar a bola no campo de ataque.

Fred – 6 – Pouco apareceu durante o primeiro tempo. Mais uma vez, ficou preso na marcação. Porém, mostrou oportunismo e marcou o terceiro gol do Brasil.

Técnico: Luiz Felipe Scolari – 6 – Teimou e escalou a mesma equipe das outras partida. Porém, reconheceu o erro e trocou no intervalo. Fernandinho, Ramires e Willian conseguiram melhorar o jogo do Brasil.

Trio de arbitragem – 6 – Deixou de punir com cartões os atletas de Camarões, que, em muitos lances, abusaram da força em faltas, principalmente, em cima de Neymar.

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Bah
    0
  • 2 Atl
    0
  • 3 Cor
    0
  • 4 Spo
    0
  • 5 Red
    0
  • Veja tabela completa