Jornalista estava internado na capital paulista. Foto: Marcos Júnior Micheletti/Portal TT

Jornalista estava internado na capital paulista. Foto: Marcos Júnior Micheletti/Portal TT

Morreu na manhã desta terça-feira (15), em São Paulo, o jornalista Orlando Duarte, um dos mais completos cronistas esportivos do Brasil. Ele estava com 88 anos e há duas semanas estava internado na capital paulista com covid-19, causa de sua morte. Casado pela segunda vez, ele deixa a esposa Conceição Duarte e seis filhos.

Sua saúde estava debilitada nos últimos anos em decorrência do Mal de Alzheimer.

Em breve, informações sobre os cerimoniais fúnebres.

Natural da cidade de Rancharia (SP), onde nasceu em 18 de fevereiro de 1932, brilhou em diversas rádios paulistanas com sua voz marcante, casos da Bandeirantes, Jovem Pan, Trianon e Gazeta.

Também trabalhou na televisão, pela Globo, Bandeirantes, Gazeta, SBT, Jovem Pan e Cultura, nesta última destacando-se como locutor esportivo nas transmissões de futebol, formando uma equipe notável ao lado de Luiz Noriega, José Goes e Carlos Eduardo Leite, o Dudu.

Na mídia impressa foi profissional de diversos veículos, entre eles "A Gazeta Esportiva", "A Gazeta", "Mundo Esportivo", "O Tempo", "Última Hora" e "Diário da Noite".

Fanático torcedor da Portuguesa de Desportos, presente em 14 coberturas de copas do mundo, a partir de 1950, Orlando Duarte foi um estudioso do esporte e publicou 32 livros.

Narrando futebol, o momento do gol ganhou um bordão inesquecível na voz de Orlando Duarte: "Gol, gol, gol!".

ABAIXO, VÍDEO COM NARRAÇÃO DE ORLANDO DUARTE PARA CORINTHIANS 3 X 1 PALMEIRAS (1974) E PALMEIRAS 2 X 1 CORINTHIANS (1973) EAMBOS PELA TV CULTURA (SP)

CLIQUE AQUI E VEJA A PÁGINA DE ORLANDO DUARTE NA SEÇÃO "QUE FIM LEVOU?"

Orlando Duarte, Vanderlei Luxemburgo e Osmar de Oliveira


Osmar de Oliveira, Orlando Duarte e Luiz Alfredo, na Copa dos Estados Unidos


Osmar de Oliveira, Luiz Gonzaga Mineiro, Renê Simões, Juarez Soares e Orlando Duarte


Telê Santana, Luis Alfredo, Osmar de Oliveira, Orlando Duarte e Carlos Alberto Torres, comentando os resultados da Copa de 1994


Deus criou a bola. E o homem descobriu o que fazer com ela. Livro escrito por Orlando Duarte, pela Abook Editora. Foto: Reprodução


Orlando Duarte e Arthur Figueroa na Jovem Pan, em agosto de 1989. Foto: arquivo pessoal de Arthur Figueroa


Orlando Duarte e sua esposa Conceição estiveram na redação do Portal Terceiro Tempo, em maio de 2012. Da esquerda para a direita: Kennedy Andrés, Danielle Nhoque, Marcos Júnior, Elaine Nicolai, Orlando Duarte, Conceição Duarte e Diogo Miloni. Foto: Chico Santo/Portal TT


Em maio de 2012, a redação do Portal Terceiro Tempo recebeu grandes nomes da mídia brasileira: da esquerda para a direita, Orlando Duarte, Conceição Duarte, Antônio Viviani e Milton Neves


Da esquerda para a direita, em pé: Roberto Moreira Lima, Carlos Aymard, Roberto Petri, Darcy Reis, Orlando Duarte, Rose Saldiva, Milton Peruzzi, Milton Camargo, Nelson Barbosa e José Silvério. Agachados: Ciro José, Zevi Ghivelder, Osmar Santos, Ricardo Curi e José Goes. Foto: Reprodução da Revista Manchete Esportiva


Excursão do São Paulo Futebol Clube à Europa (Itália, França, Alemanha, Tchecoslováquia e Bélgica) em 1964. Da esquerda para a direita: Orlando Duarte, Suli e Marcel Klascov


Ídolos do presente, em 1993, entregavam homenagens aos ex-jogadores que conquistaram o bicampeonato mundial: Coutinho recebe o troféu de Guga, com Orlando Duarte, no canto direito da foto, só observando.


Da esquerda para a direita: Orlando Duarte, Gylmar dos Santos Neves e Lima.


Pelé recebe das mãos de Marcelo Teixeira a homenagem do Santos aos bicampeões do mundo, em 1962 e 1963. Atrás, no canto direito, Orlando Duarte e Milton Neves aplaudem.


Ídolos do presente, em 1993, entregavam homenagens aos ex-jogadores que conquistaram o bicampeonato mundial: Orlando Duarte entrega para Dalmo Gaspar.


Ídolos do presente, em 1993, entregavam homenagens aos ex-jogadores que conquistaram o bicampeonato mundial: Zito é fotografado novamente. Ao fundo, Milton Neves e Orlando Duarte acompanhavam tudo.


Ídolos do presente, em 1993, entregavam homenagens aos ex-jogadores que conquistaram o bicampeonato mundial: Zito, de branco, recebe o troféu de Almir. Orlando Duarte bate palmas no canto direito da foto.


Em 08 de novembro de 2011, no Teatro Eva Herz, da Livraria Cultura, sendo entrevistado por Felipe Andreoli, do "CQC" da Band, no dia do lançamento do livro "Primeiro Tempo", de Benedito Ruy Barbosa, sobre a carreira de Pelé. Foto: Túlio Nassif/Portal TT


No primeiro plano, da esquerda para a direita, Beraldo é o primeiro, o quinto é Buglê e Clodoaldo o sexto. Edu, com água até o pescoço, está à frente deles. O jornalista Orlando Duarte também aparece nesta imagem, ao fundo, rebatendo a bola. Foto: Arquivo pessoal de Beraldo Linhares


Orlando autografando seu livro para o cineasta Aníbal Massaini. Foto: Marcos Júnior/Portal TT


A pequena é Maria, neta caçula de Orlando Duarte. À direita, Conceição Duarte, esposa de Orlando. Foto: Marcos Júnior/Portal TT


Mário Vilela, Orlando e Fernando Casal de Rey. Foto: Marcos Júnior/Portal TT


Orlando com Fernando Casal de Rey, ex-presidente do São Paulo Futebol Clube, em 25 de abril de 2011. Foto: Marcos Júnior/Portal TT


Giselda Bellini, Mário Vilela e Orlando Duarte. Ela é esposa do ex-jogador Bellini, e foi levar seu abraço aos autores do livro sobre o São Paulo Futebol Clube, em 25 de abril de 2011. Foto: Marcos Júnior/Portal TT


Mário Vilela (co-autor), Orlando Duarte (autor), Luiz Noriega e Mário Marinho, na noite de 25 de abril de 2011, lançamento do livro São Paulo FC - o Supercampeão, na Livraria Cultura do Conjunto Nacional, na Avenida Paulista. Foto: Marcos Júnior/Portal TT


Mário Vilela, Carlos Alberto de Barros e Silva (o Leco) e Orlando Duarte. Foto: Marcos Júnior/Portal TT


Orlando Duarte recebendo o abraço do ex-goleiro e atual treinador Emerson Leão, em 25 de abril de 2011. Foto: Marcos Júnior/Portal TT


Orlando Duarte, na noite de autógrafos de seu livro "São Paulo FC - o Supercampeão". Foto: Marcos Júinior/Portal TT


A Livraria Cultura do Conjutno Nacional, na Avenida Paulista, foi o palco do lançamento de mais uma obra de Orlando Duarte, tendo Mário Vilela como co-autor: São Paulo FC - o Supercampeão, na noite de 25 de abril de 2011. Foto: Marcos Júnior/Portal TT


Na Jovem Pan, em 1984, com os prêmios que ganharam da ACEESP. Da esquerda para a direita: José Silvério, Orlando Duarte, Milton Neves e Wanderley Nogueira


José Silvério e Milton Neves, grandes amigos e parceiros de trabalho. A foto é de 1984, feita na sede da Rádio Jovem Pan, em São Paulo


Estúdio da Rádio Jovem Pan com motivos natalinos em 1984. Da esquerda para a direita: Orlando Duarte, José Silvério, Wanderley Nogueira e Milton Neves


Orlando Duarte e Milton Neves, em 1984


Em uma das salas da Jovem Pan, os jornalistas com seus troféus da ACEESP em 1984. Da esquerda para a direita: Wanderley Nogueira, José Silvério, Orlando Duarte e Milton Neves


Em um dos estúdios da Jovem Pan, em 1984. Da esquerda para a direita: Orlando Duarte, Milton Neves, Wanderley Nogueira e José Silvério


Em 1984, a Rádio Jovem Pan homenageou seus funcionários premiados pela ACEESP. Com uma gravura de Pelé, ao fundo, da esquerda para a direita: José Silvério, Orlando Duarte, Milton Neves e Wanderley Nogueira


Imagem: Reprodução/Revista do Esporte


Da esquerda para a direita: Vital Bataglia, José Maria de Aquino, Orlando Duarte, Zancopé Simões e Wladmir Miranda. Foto: Arquivo Aceesp


O sorriso de Orlando Duarte nas dependência da ótica S.I.R no edíficio Winston Churchil, localizado na Avenida Paulista, em São Paulo.


Velha Guarda - Milton Neves e Orlando Duarte nas dependências da ótica S.I.R na galeria do Edíficio Winston Churchil, em São Paulo.


Festa dos 31 anos de confraternização e amizade. Sentados à mesa da direita para a esquerda estão: Loureiro Júnior, Osvaldo dos Santos, Cláudio Carsughi e Orlando Duarte


Festa dos 31 anos de confraternização e amizade. Odair Pimentel junto com esposa, José Goes e ao fundo Orlando Duarte (com círculo amarelo)


Festa dos 31 anos de confraternização e amizade. Orlando Duarte e Alfredo Borba com esposas


Gravação do programa "Todas as Copas do Mundo", em um dos estúdios da TV Cultura de São Paulo, um pouco antes do início da Copa da Alemanha, em 1974. Em pé, da esquerda para a direita: José Carlos Fantini Carbone, Carlos Eduardo Leite (o Dudu), Carlos alberto Torres, José Carlos Cicarelli e Luiz Noriega. Sentados: Orlando Duarte e o Rei Pelé. Foto: arquivo pessoal de José Carlos Cicarelli


A maravilhosa equipe da TV Cultura das décadas de 70 e 80 esteve à frente de programas como o "É Hora do Esporte", "Esportevisão" e "Esporte Opinião". Nesta imagem, acima está Pedro Tadeo Zorzetto e depois, no sentido horário: João Zanforlim, Carlos Eduardo Leite (o Dudu), José Carlos Cicarelli e Luiz Noriega. No centro está Orlando Duarte. Também fazia parte desta equipe, mas não aparece na imagem, o saudoso José Góes


Festa do 32º aniversário em dezembro de 1973. Orlando Duarte, à esquerda, figura histórica do cenário esportivo


Na cabine da Rádio Jovem Pan, em 1977, prontos para mais um jogo, os grandes Cláudio Carsughi, Orlando Duarte e José Silvério, o "Pai do Gol". Reprodução: Revista Veja/Paulo Martinelli


"Corinthians - O Time da Fiel": de Orlando Duarte e João Bosco Tureta


Orlando Duarte, em frente às irmãs, em Rancharia. A infância era dividida entre o futebol e o serviço de alto-falantes da cidade


Orlando Duarte, entre o pai e as irmãs, desde cedo foi incentivado a se aventurar no mundo dos esportes


Ao lado de Cláudio Coutinho, em 1978, no vestiário do Cosmos, em Nova York


Com Luiz Alfredo, na Copa do Mundo de 1990


Na Rádio Trianon


Com Galvão Bueno, na Copa de 90


Com Silvio Luiz, na Copa do Mundo de 1994


Com Luciano do Valle, nos Jogos Olímpicos de Sidney, Austrália, em 2000


Em estúdio da TV Cultura, na Copa do Mundo de 1978


Com Oliveira Andrade, na Copa do Mundo de 1998


Com Telê Santana, na Copa do Mundo de 1994


Orlando na bancada do SBT, durante a Copa do Mundo de 1994, ao lado de Fátima Bernardes e de Osmar de Oliveira


Carlos Alberto Torres e Pelé, durante apresentação do programa Todas as Copas do Mundo, produzido pela TV Cultura, em 1974


O "eclético" Orlando Duarte, durante jogo da Copa Davis de tênis entre Vilas e Kyrmair


Repórter em ação, durante desembarque da Seleção Paulista de 1952, em Congonhas. Da esquerda para a direita vemos: Gylmar, Álvaro e Canhoteiro, abordados por Orlando Duarte. Naquele ano, Orlando receberia os primeiros convites para ser comentarista esportivo de rádio


Turma de estudantes da Faculdade de Direito do Mackenzie, na década de 60. Orlando é o primeiro agachado, à direita


Pausa no trabalho. Orlando Duarte é o segundo, da esquerda para a direita, agachado. Em pé, José Maria Marin é o segundo; Squarza, ex-cônsul do Uruguai no Brasil, é o último, à frente do holofote.


Orlando, como repórter na recepção aos jogadores gaúchos que foram à Copa do México, em 1970


Equipe de A Gazeta Esportiva que cobriu a inauguração de Brasília. Da esquerda para a direita: Orlando Duarte, Sérgio V. T. Jorge, Nélson Bonafé e José Carlos.


Orlando Duarte em 1960, na redação da Gazeta Esportiva Ilustrada, de onde foi diretor


Orlando Duarte (primeiro à direita), na redação da Gazeta Esportiva, em 1955, apresentando a maquete do estádio de beisebol construído no bairro do Bom Retiro-SP. Da esquerda para a direita: Carlos Joel Nelli, diretor da Fundação Cásper Líbero; Morimassa Yokota, diretor da Federação de Beisebol; Olímpio da Silva e Sá, secretário da Gazeta Esportiva e presidente da Federação Paulista de Beisebol


Orlando Duarte, em 1950, quando se sentia o Totó, de Cinema Paradiso, tamanho seu encanto com a sétima arte


Orlando Duarte, em registro de 1950, quando se formou no antigo ginásio. Nessa época, ele faz a sua primeira incursão numa emissora de rádio, a ZYV-7, Difusora de Rancharia


Capa de um dos vários livros já publicados pelo também escritor Orlando Duarte. A obra acima foi lançada em setembro de 2008


André Henning e "mestre" Orlando Duarte, em 2006, na Copa da Alemanha


Da esquerda para a direita, o lateral-esquerdo Nelsinho, o narrador Luciano do Valle e o meia Neto. Atrás deles aparecem o técnico Carlos Alberto Silva (camisa amarela), o narrador Edemar Annuseck (de gravata) e o comentarista Orlando Duarte


Aliás, era difícil esse esquadrão parar no Brasil diante do número de convites para jogar no exterior que surgiam a cada dia. Na fila de cima, da esquerda para a direita, vemos Orlando Duarte, Pelé, Rildo, Gilmar, Buglê, Mauro, Lima, Silva, Negreiros, Toninho e Joel Camargo; agachados estão Clodoaldo, Edu, Abel, Oberdan, Wilson Tergal, Douglas, Claudio e Macedo


Empresário Samuel Ratinoff, Vicente Feola, Laudo Natel, Orlando Duarte e o diretor do São Paulo FC, Mario Naddeo. Era o Tricolor do Morumbi em excursão


Não! O bom Careca, que brilhou no Guarani, Napoli e São Paulo não estava no time da Aceesp reunido no Morumbi. O homem-gol da equipe era o careca Orlando Duarte. Em pé, seo Manolo, funcionário da Federação Paulista de Futebol e grande corintiano é o primeiro, Antero Greco o segundo, Wilson de Freitas o terceiro, Darley Basílio o quarto, Jota Junior o sexto e José Nello Marques o sétimo; agachados Roberto Carmona é o segundo, Fran Augusti (ex-editor de Esportes do Estadão) o terceiro, Orlando Duarte o quarto, Eli Coimbra o quinto e Flávio Adauto o sexto


São Paulo FC embarcando em Congonhas rumo à Europa, em 1963. Da esquerda para a direita: De Sordi (atrás, um comissário de passagem), Prado, jornalista Orlando Duarte, Riberto, Valdir Birigui, Gilberto, Laudo Natel, Suli (atrás), Nondas (único agachado), Virgílio, Sudaco, Bazaninho, Pagão e Del Vecchio. O time era médio, mas ganhou quase tudo naquela excursão. Aliás, algo que os clubes brasileiros não fazem mais


 


A emissora ficou possessa e divulgou manifesto de inconformismo contra o Grupo Globo. Como Edemar Annuseck, personagem desta página foi citado, reproduzimos aqui publicação da época do jornal "O Estado de S.Paulo", alusiva à polêmica e rumorosa contratação de Osmar Santos pela Rádio Globo AM de São Paulo. Na verdade, Osmar Santos, naqueles tempos, era o dono do rádio esportivo de São Paulo. É só foi embora porque seu talento e importância eram muito maiores do que qualquer emissora de rádio, isoladamente. E sua saída foi inevitável, até pela remuneração não compatível que recebia e pela perspectiva, confirmada, de ocupação de novos espaços em um grupo que não era, é ou será só rádio. E quem, fiel à Jovem Pan, não acompanhou Osmar Santos, ficando na emissora com bom aumento de ordenado, teve, mais tarde, o dissabor de ver seus ganhos salariais abatidos pela inflação e ainda considerados como "antecipação", perante futuros dissídios


Da esquerda para a direita temos Luiz Noriega, Orlando Duarte, Manoel Cristino, Walter Abrahão e o ex-presidente do Corinthians Vicente Matheus. Reparem também que já naquele tempo a propaganda estava inserida no contexto das mesas redondas esportivas


O São Paulo, na Europa, em 1964: Del Vecchio, Faustino, Virgílio (atrás), Valdir Birigui, Gilberto, Pagão (atrás), Nondas, Suli (atrás), Sudaco, Bellini, De Sordi, Marco Antonio, Orlando Duarte, João Leal Neto, Riberto, duas pessoas não identificadas e o médico, o saudoso Dr. Dalzel Freire Gaspar


Da esquerda para a direita, Zito, o jornalista Orlando Duarte, Pepe e Lalá. Os jogadores santistas e Orlando visitavam a Acrópole de Atenas, na Grécia, no dia 29 de junho de 1961


Orlando Duarte com cabelos! Os olhos e a vasta cabeleira de Orlando aparecem atrás da cabeça da pessoa que está com a mão na boca


Orlando, Luxemburgo e Osmar de Oliveira


Orlando Duarte abraçando o "Jarrão" e o "Cabeção", em 98, em Paris, quando o SBT ainda gostava de futebol


Estúdios do SBT na Copa da França, em 1998, em Paris: Orlando Duarte, Osmar de Oliveira, Paulo Soares e o convidado Milton Neves, então jornalista da TV Manchete e da Rádio Jovem Pan


Osmar Santos, Orlando Duarte, Milton Neves e Cândido Garcia eram alguns dos destaques do time da Pan na época


Só nomes consagrados


Na redação de "A Gazeta Esportiva", veja Orlando Duarte, João Mendonça Falcão, saudoso presidente da Federação Paulista de Futebol, e Paulo Planet Buarque


Jornal Jovem Pan na TV Record em 1969: jornalista não identificado, Orlando Duarte, Marco Antônio Gomes, Wilson Fittipaldi, Miguel Jorge e Reali Júnior


Outra foto de Marcos Mendes com a equipe de esportes da Band em 1999. Sentados: Silvia Vinhas, Hortência e Fernando Vannucci. Em pé: Rivellino, Orlando Duarte, Antonio Petrin, Milton Neves, Luis Ceará, Fernando Fernandes e Alexandre Santos


Em foto de Marcos Mendes, durante apresentação da equipe esportiva da Bandeirantes em 1999. Sentados: Oliveira Andrade, Silvio Luiz, Silvia Vinhas, Hortência, Milton Neves e Luciano do Valle. Em pé: Eduardo Vaz, Mauro Beting, Nivaldo Prieto, Rivellino, Orlando Duarte, Antonio Pétrin, Luis Ceará, Fernando Fernandes, Oswaldo Paschoal, Alexandre Santos e Márcio de Castro


A parceria Band/Traffic apresentou a nova equipe de esportes do Canal 13 de São Paulo. Em pé: Rivellino, Antônio Pétrin, Luís Ceará, Fernando Fernandes, Oswaldo Pascoal, Alexandre Santos e Márcio de Castro. Sentados: Sílvia Vinhas, Hortência, Milton Neves e Luciano do Valle


Orlando Duarte, no Palácio dos Bandeirantes, em reunião da ACEESP. O governador era Abreu Sodré e Orlando é o quarto da esquerda pra direita. Ao seu lado estão Milton Galdão (à esquerda de Orlando) e Flávio Iazetti (à direita). O último é Emilio Collella Júnior. Os três já faleceram


O jornalista e o ex-atacante se encontraram em uma festa de veteranos promovida pelo São Paulo


No dia 1º de setembro de 1978, reunidos em um dos estúdios da Jovem Pan AM, estavam de frente para os microfones, da esquerda pra direita: Edemar Annuseck, Orlando Duarte e Milton Neves, que veste jaqueta trazida da Argentina sob encomenda por Fausto Silva


Nos anos 80, a equipe da Pan foi a mais premiada do rádio paulista


Equipe da Rádio Jovem Pan em 1973, reunida no estádio Cícero Pompeu de Toledo, o Morumbi. Época em que as arquibancadas eram apenas de cimento. Da esquerda para direita: Joseval Peixoto, Orlando Duarte, Cláudio Carsughi, Osmar Santos, Israel Gimpel, Milton Neves, Randal Juliano, Constantino Ranieri, Fausto Silva, Leônidas da Silva, Cândido Garcia, Edemar Annuseck e Aluani Neto. Dentre eles, até outubro de 2011, apenas Joseval Peixoto e Cláudio Carsughi permaneciam na Jovem Pan. Já faleceram, também até outubro de 2011: Leônidas da Silva, Cândido Garcia, Randal Juliano, Israel Gimpel e Aluani Neto


Peso-pesados Esporte Total Debate da Rede Bandeirantes de Televisão em 2000: Milton Neves, Carlos Alberto Parreira e Orlando Duarte


Durante gravação de programa de tevê, Orlando Duarte, Carlos Alberto Torres e Pelé. Foto: ASSOPHIS (Associação dos Pesquisadores e Historiadores do Santos FC)


Em 30 de dezembro de 2019, em seu apartamento, em São Paulo. Foto: arquivo pessoal de Orlando Duarte


Com familiares, em maio de 2019


Carlos Alberto Spina e Orlando Duarte, em abril de 2019, na Casa de Portugal.


Orlando Duarte em fevereiro de 2019, em sua casa


Orlando Duarte em fevereiro de 2019, em sua casa


Orlando Duarte em fevereiro de 2019, em sua casa


Confraternização na Rádio Jovem Pan nos anos 70. Atrás, da esquerda para a direita, o primeiro é o operador Alberto Pastre. O terceiro é Nino torelli e o último (bebendo) é Laurinho, marido de Ana Maria Penteado. Na parte do meio da foto, à esquerda está Bento de Oliveira (olhando para baixo) e depois estão Orlando Duarte e José Carlos Romeu. À frente, à esquerda, estão Nelson Tatá Alexandre, Antonio `Capote´Alexandre, `Seo´Tuta e o operador Osvaldo Silva


Nos anos 2000. Foto: arquivo pessoal de Orlando Duarte


O querido Orlando Duarte ao lado de seu cunhado e de sua sogra, em 29 de julho de 2018


O querido Orlando Duarte ao lado de seu cunhado e de sua sogra, em 29 de julho de 2018


Nos anos 60 e em abril de 2018


Antônio Pétrin, Juarez Soares, Luiz Ceará, Orlando Duarte e Silvio Luiz na cobertura da Copa da França de 1998. Foto: arquivo pessoal de Antonio Pétrin


Trechos de matéria publicada em revista sobre Orlando Duarte, em 2018. Reprodução


Trechos de matéria publicada em revista sobre Orlando Duarte, em 2018. Reprodução


Trechos de matéria publicada em revista sobre Orlando Duarte, em 2018. Reprodução


Trechos de matéria publicada em revista sobre Orlando Duarte, em 2018. Reprodução


Trechos de matéria publicada em revista sobre Orlando Duarte, em 2018. Reprodução


Foto de Orlando publicada em matéria de revista, em 2018. Reprodução


O querido Orlando Duarte, em foto de abril de 2018


Orlando Duarte e Conceição em fevereiro de 2018. (Foto: arquivo pessoal de Orlando Duarte)


Orlando Duarte reunido com familiares em fevereiro de 2018. (Foto: arquivo pessoal de Orlando Duarte)


Em 1984, na Rádio Jovem Pan, Orlando Duarte, Edemar Annuseck, Claudio Carsughi e José Silvério. Foto: reprodução


Em 17 de julho de 1968, o jornalista Orlando Duarte, com máquina fotográfica pendurada no pescoço, ao lado do árbitro Guillermo Velásquez, tentando acalmar os ânimos no jogo que terminou com vitória de 4 a 2 do Santos sobre a Seleção Olímpica da Colômbia, no Estádio El Campín, em Bogotá. Foto publicada no Facebook da ASSOPHIS


O sorridente Orlando Duarte. Foto: arquivo pessoal


Em 1960 e em 25 de abril de 2011


O querido Orlando Duarte, em julho de 2017, se recuperando de cirurgia no quadril


Orlando Duarte ilustrando a tabela da Jovem Pan para o Campeonato Nacional/Copa do Brasil 1978


Orlando Duarte e Arthur Figueroa. Foto: reprodução


Oliveira Andrade e Orlando Duarte


 


Orlando Duarte em 2015. Foto: reprodução


Orlando Duarte e Nivaldo Prieto, durante as Olimpíadas de Sydney, em 2000. Foto: Reprodução/ Facebook


Mané Maria, Orlando Duarte e Pelé


Formação do Santos na década de 60. Em pé, da esquerda para a direita: Lima, Zito, Joel Camargo, Haroldo, Geraldino, Gylmar e o jornalista Orlando Duarte. Agachados: Dorval, Mengálvio, Toninho Guerreiro, Pelé e Pepe


Orlando Duarte entregando troféu ao ex-goleiro Rodolfo Rodríguez


Veja o convite do lançamento do livro com histórias das Olimpíadas. Imagem Reprodução

 

 

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Bah
    0
  • 2 Atl
    0
  • 3 Cor
    0
  • 4 Spo
    0
  • 5 Red
    0
  • Veja tabela completa