Ele também foi dirigente esportivo e comentarista

Ele também foi dirigente esportivo e comentarista

Morreu na manhã desta sexta-feira (22), em Campinas, o ex-meia Eli Carlos, com passagens por Guarani (seu primeiro clube), Cruzeiro Coritiba e Flamengo, entre outros. Ele estava com 66 anos e estava internado desde agosto de 2018, quando passou por uma endoscopia e sofreu uma parada cardíaca, entrando em estado de coma desde então. Eli Carlos era irmão de Silas, ex-São Paulo e seleção brasileira.

Seu corpo será sepultado em Campinas, no Cemitério Flamboyant, às 16h30. Por conta da pandemia do novo coronavírus, a cerimônia terá restrições.

Depois de encerrar sua carreira como jogador, Eli Carlos tornou-se dirigente esportivo, tendo trabalhado no Guarani, Paulista de Jundiaí e Bragantino. Também foi comentarista esportivo na Rádio Bandeirantes de Campinas.

 

Guarani antes de partida contra o Juventus, na Rua Javari. Em pé, da esquerda para a direita: Berto, João Marcos, Edé, Roberto Diogo (filho do ex-corintiano Diogo), Ednaldo e Ricardo. Agachados: Toninho, Washington, Eli Carlos, Wlademir e João Paulo. O técnico deste time era Zé Duarte

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Fla
    90
  • 2 San
    71
  • 3 Pal
    71
  • 4 Grê
    65
  • 5 Ath
    63
  • Veja tabela completa