Lúcio frisou que é dever da diretoria e técnico cobrarem o elenco neste momento de crise

Lúcio frisou que é dever da diretoria e técnico cobrarem o elenco neste momento de crise

Vanderlei Lima

Do UOL, em São Paulo

O capitão do Palmeiras Lúcio deu um recado ao elenco alviverde. O zagueiro negou que o grupo está rachado por conta da lanterna do Brasileirão, mas entendeu que falta maior comprometimento de determinados atletas, sem citar quais não estariam se dedicando.

Lúcio se diz envergonhado com a atual campanha do time no torneio.

"Tem que ter vergonha, mais determinação. Repito que falta um pouco mais de atenção e dedicação dentro de campo. Futebol é coletivo. Não adianta só metade correr e a outra metade não correr. É o nosso pedido de desculpa para todo torcedor palmeirense", disse o jogador na entrevista coletiva desta sexta-feira.

Embora esteja na função de comandante do time dentro de campo, Lúcio afirma não ter autonomia para dar chamados e advertências nos jogadores. "Isso cabe ao treinador e diretoria", frisou o zagueiro.

Indagado sobre como reerguer o time em meio ao jejum sem vitória no Brasileirão (dez partidas), Lúcio pede reflexão ao time e comprometimento redobrado. "Tem que estudar e ver onde cada jogador está errando. É normal [jogadores abalados]. O que não seria normal é se eles não estivessem abalados. Aí teria que ir para o hospício".

Lúcio e os demais atletas do elenco participaram de treino recreativo na manhã desta sexta, na Academia de Futebol. O treinador Ricardo Gareca não foi a campo, optando por conversar com o gerente de futebol, Omar Feitosa. Atualmente fora dos planos do treinador argentino, o meia Bernardo deixou a atividade antes do término aparentemente irritado. Ele jogou o colete no chão, saindo sem falar com ninguém.

FOTO: UOL

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Bah
    0
  • 2 Atl
    0
  • 3 Cor
    0
  • 4 Spo
    0
  • 5 Red
    0
  • Veja tabela completa