Peixe vem encontrando dificuldades no mercado para contratar reforços. Foto: Iva Storti/Santos FC

Peixe vem encontrando dificuldades no mercado para contratar reforços. Foto: Iva Storti/Santos FC

O Santos esteve por detalhes de fechar as contratações de dois jogadores argentinos: o lateral Lucas Blondel, do Tigre, e meia Franco Cristaldo, do Huracán. Nos detalhes finas das negociações, no entanto, os dois clubes fizeram novas exigências e fizeram o Peixe praticamente descartar as contratações.

Em ambas as negociações, o Peixe chegou a ouvir “sim” dos clubes argentinos, que aceitaram as ofertas santistas e as formas de pagamento. Nos dois casos, porém, o histórico santista pesou contra o clube da Vila Belmiro.

Na negociação por Blondel, o Tigre não se satisfez com as garantias bancárias apresentadas pela direção santista. Já. Huracán, que havia aceitado o pagamento dos R$ 18 milhões por Cristaldo em duas parcelas, resolveu na última hora pedir o valor de imediato e fez algumas novas exigências, que irritaram o presidente Andres Rueda.

A imagem construída pelo Santos nos últimos tempos pesa contra o clube. O Peixe deu calotes recentes em algumas negociações importantes e chegou a ser punido com transfer ban pela Fifa, ficando impedindo de contratar novos jogadores por um longo período. O caso mais emblemático foi o da contratação do zagueiro Cleber Reis, do Hamburgo, em 2016, quando o Peixe se comprometeu a pagar 2 milhões de euros (cerca de R$ 7,3 milhões). O clube brasileiro não pagou os alemães, que acionaram a Fifa e um acordo só foi alcançado em 2020, já sob a gestão de Rueda.

Em 2019 o Santos, sob a gestão de José Carlos Peres, foi até o Chile contratar Yeferson Soteldo junto ao Huachipato.O acordo. Previa que o Peixe pagasse 3,5 milhões de dólares (R$ 13 milhões na época) pelo atacante venezuelano, mas não efetuou os pagamentos para os chilenos que também acionaram a Fifa. Em 2021, Soteldo foi vendido ao Toronto FC e o valor da negociação serviu para quitar os débitos com o clube do Chile.

O Peixe também não pagou o Krasnodar na contratação do meia Cueva. Nesse episódio, o clube da Vila Belmiro deveria desembolsar US$ 7 milhões (cerca de R$ 26 milhões) pelo jogador, que, insatisfeito no Peixe, abandonou o clube rumo ao Pachuca, do México. Com isso, o Santos acionou a Fifa sentindo-se lesado, argumentando que desse modo não precisaria mais pagar o Krasnodar. O caso ainda corre na justiça e não tem uma definição.

Com a imagem arranhada, o Peixe ficou mais distante dos gringos, mas está por detalhes de anunciar a chegada do meia-atacante Luan, que pertence ao Corinthians. O jogador deve assinar contrato de empréstimo com o Peixe com s salários bancados pelo Timão.

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Bah
    0
  • 2 Atl
    0
  • 3 Cor
    0
  • 4 Spo
    0
  • 5 Red
    0
  • Veja tabela completa