Fábio, goleiro do Cruzeiro. Foto: Divulgação

Fábio, goleiro do Cruzeiro. Foto: Divulgação

Fábio, um dos grandes ídolos da história do Cruzeiro, abriu o coração em entrevista ao Esporte Interativo. Nela, o goleiro falou sobre a frustração por nunca ter sido convocado pelos técnicos da seleção brasileira para uma Copa do Mundo.

"Na seleção não teve critério. Pelas temporadas que eu fiz, me destacando, jogando em alto nível, acho que muitos treinadores perderam esse critério. Olharam muito para jogadores que eles já tinham trabalhado e não levaram os melhores", disse Fábio.

"Muitas vezes, treinador levou nomes pela amizade e não por merecimento. Eu tinha condição. Não é desrespeito aos que foram, mas pelo o que eu vinha jogando, pelas conquistas, pela intensidade, a forma que eu atuei nesses anos, acho que eu poderia facilmente estar entre os três em uma Copa do Mundo. Reforço que para mim foi isso, os treinadores agindo mais pela amizade de ter estado ao lado de certo goleiro em alguma ocasião. Levou pela confiança. Foi isso que me fez ter menos oportunidades na seleção", completou o goleiro.

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Fla
    90
  • 2 San
    71
  • 3 Pal
    71
  • 4 Grê
    65
  • 5 Ath
    63
  • Veja tabela completa