Vice da Libertadores com o Mengão, Renato tinha contrato até o fim de dezembro. Foto: Alexandre Vidal/Flamengo

Vice da Libertadores com o Mengão, Renato tinha contrato até o fim de dezembro. Foto: Alexandre Vidal/Flamengo

Acabou a trajetória de Renato Gaúcho como treinador do Flamengo. Cresceu a pressão sobre o treinador após o vice-campeonato na Libertadores, diante do Palmeiras, e desde então a saída do técnico vinha sendo especulada. Nesta segunda-feira (29), o clube comunicou que o técnico não comanda mais a equipe.

Sob o comando de Renato, o futebol flamenguista piorou, as críticas aumentaram, veio a queda na Copa do Brasil, a distância para o Atlético-MG na disputa do Brasileirão e a derrota na final da Libertadores. A diretoria flamenguista, então, passou a rever a possibilidade de continuidade do comandante.

O Fla tem mais quatro jogos na temporada: Ceará, Sport, Santos e Atlético-GO. Após reunião nesta segunda, a cúpula rubro-negra decidiu não manter Renato, que já havia feito discurso em tom de despedida após a derrota em Montevidéu. O treinador comandou o time rubro-negro em 37 jogos, com 24 vitórias, oito empates e cinco derrotas.

Contratado em julho de 2021 para substitui Rogério Ceni, o treinador tinha contrato com o Flamengo até 31 de dezembro. Até o final da temporada 2021 a equipe será comandada pelo auxiliar Maurício Souza, que faz parte da comissão permanente no Ninho do Urubu.

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Bah
    0
  • 2 Atl
    0
  • 3 Cor
    0
  • 4 Spo
    0
  • 5 Red
    0
  • Veja tabela completa