Japoneses, que

Japoneses, que "adotaram" o Chelsea, acompanham um jogo de futebol como se fosse uma ópera

De Yokohama, Japão
Fotos e texto: @fabiolucasneves

A dois dias da decisão do Mundial, já é possível "cravar" como estará o Yokohama Stadium no domingo. Com mais de 20 mil vozes, a Fiel fará muito mais barulho do que os cerca de 35 mil "adversários" nas arquibancadas. Primeiro, porque pouquíssimos ingleses viajaram à Ásia. Além disso, os japoneses, que estarão vestidos com a camisa do Chelsea, têm um estilo peculiar de torcer. Apenas quando há lances de perigo, eles soltam um longo "óóóóóóóóóóóóóóóóó". No restante do tempo, ficam em silêncio.

Os corintianos que circulam por Yokohama já perceberam que o time londrino foi "adotado" por aqui. Principalmente, pelas crianças.

No dia seguinte à vitória britânica sobre o Monterrey, meninos desfilaram alegria pelo metrô de Yokohama. A mamãe se assustou com o clique da câmera...

Mas, em seguida, permitiu que mais fotos fossem tiradas do filho, espremido no vagão lotado.

O irmão, fã do espanhol Fernando Torres, também queria aparecer.

Esse torcedor, certamente, está guardando a empolgação para domingo...

Enquanto isso, o Corinthians se prepara, no canto dele, para tirar do foco o azul do Chelsea e pintar o mundo de preto e branco.
Curiosidades

Vir ao Japão e não conhecer o Monte Fuji é como visitar Roma e.... Bem, você já sabe.

Além do vulcão que "dorme" há três séculos, os japoneses se orgulham da culinária que desenvolveram. E não falo só dos cultuados sushi e sashimi.
 

Esse é o lamen, que leva noodles (aquele mesmo do yakisoba), vegetais, carne de frango ou porco e ervas. O cozinheiro precisa obter uma licença para preparar o prato, dada por um mestre.

As casas de lamen, pequenas e aconchegantes, são uma instituição japonesa e estão espalhadas por toda parte. A iguaria, também servida com arroz à parte e tema de um museu aqui em Yokohama, custa em média 900 ienes, ou R$ 23.

O lamen é ideal para os executivos japoneses, sempre apressados, embora trabalhem, em média, 12 horas por dia. Além de nutritivo, o prato é servido rapidinho. O almoço de cada um deles dura cerca de 10 minutos. A rotatividade no restaurante é impressionante.


Clique nas matérias e nas fotos e leiam outras matérias dos nossos correspondentes no Japão





Chegou a hora


Dedo em riste

 Fiel minoria


 Arrebata corações

 
Vitória preocupante

 Chegada no estádio

 
 
 
O termômetro
da decisão
 
A ajuda do trem-bala à cobertura do Mundial
 
 

 
 
 
 

 
 
 
 
Fiel marca presença

 De olho no topo do planeta
 
Corinthians e o fuso horário
 
 Dubai encanta até os insones


À sobremesa verde e branca rumo a Dubai
 

 
 
Bando de Loucos:
Um sujeito de coragem



Bando de loucos: o semestre não existiu 

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Fla
    77
  • 2 Pal
    67
  • 3 San
    64
  • 4 Grê
    56
  • 5 São
    52
  • Veja tabela completa