Scolari comandou a Raposa em 21 partidas e livrou o clube da zona de rebaixamento da Série B. Foto: Gustavo Aleixo/Cruzeiro

Scolari comandou a Raposa em 21 partidas e livrou o clube da zona de rebaixamento da Série B. Foto: Gustavo Aleixo/Cruzeiro

Clique aqui e visita a página de Felipão na seção “Que Fim Levou?”

Luiz Felipe Scolari não é mais treinador do Cruzeiro. Depois de livrar o clube do rebaixamento na Série B do Brasileirão, o técnico chegou a um acordo com a direção celeste e deixou o clube mineiro.

Contratado em outubro com a missão de primeiro afastar o clube do Z4 da Serie B e depois iniciar um projeto de longo prazo para levantar a Raposa, que vive grave crise técnica e financeira, Felipão vinha cogitando deixar o clube nas últimas semanas.

Frustrado, Scolari não escondia sua irritação com constantes atrasos de salários para o elenco e promessas feitas e não cumpridas pela direção celeste. Segundo o site Superesportes, de Belo Horizonte, partiu do treinador a conversa com o presidente Sergio Santos Rodrigues para chegar a um acordo e encerrar sua segunda passagem pela Toca da Raposa.

Felipão assumiu o Cruzeiro quando a equipe ocupava a penúltima posição da Série B do Brasileiro com apenas 16 pontos. Sob o comando de Scolari, a Raposa disputou 21 partidas, conseguindo nove vitórias, oito empates e quatro derrotas. Por um momento, após uma melhora inicial, o clube chegou a sonhar com o G4 e cogitou a possibilidade de conseguir retornar à primeira divisão. Atualmente a equipe ocupa a 12ª posição com 48 pontos e não tem mais chances matemáticas de alcançar o acesso.

“Quando, em outubro, recebi em Porto Alegre o presidente Sérgio e diretoria, eu disse sim ao plano de construção de um novo Cruzeiro. Sabia do desafio que era recuperar o time na Série B. Naquele momento, havia uma grande ameaça de queda para a Série C. Todos nós, naquela reunião, assumimos o compromisso com este projeto. Um trabalho organizado onde todos deveriam dar sua contribuição, cada um no seu setor. Aceitei retornar com enorme prazer em ajudar e trabalhar pelo clube. Conseguimos recuperar o time na Série B. Agradeço aos atletas que ficaram aqui, que aceitaram nosso convite, aos integrantes da comissão técnica, aos funcionários e aos torcedores. Agradeço a todos que nos ajudaram na recuperação do time no campeonato. Desejo sucesso ao Cruzeiro para a próxima temporada”, afirmou o treinador em carta divulgada após sua saída.

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Bah
    0
  • 2 Atl
    0
  • 3 Cor
    0
  • 4 Spo
    0
  • 5 Red
    0
  • Veja tabela completa