Inglês conseguiu superar Rosberg e os dois carros da Ferrari para largar pela 50ª vez na frente

Inglês conseguiu superar Rosberg e os dois carros da Ferrari para largar pela 50ª vez na frente

O novo sistema de classificação da Fórmula 1 apimentou algumas disputas, mas não mudou os protagonistas pela pole, pelo menos no treino que definiu o grid para o GP de abertura da temporada, realizado na madrugada deste sábado (19) em Melbourne, na Austrália.

Assim, Lewis Hamilton e Nico Rosberg, nesta ordem, partirão com suas Mercedes da primeira fila, seguidos pelas duas Ferrari, de Sebastian Vettel e Kimi Raikkonen, terceiro e quarto colocados, respectivamente.

Em seu segundo ano na F1, Max Verstappen (Toro Rosso) abre a terceira fila, em quinto, lado a lado com o brasileiro Felipe Massa, da Williams.

NOVO FORMATO DA CLASSIFICAÇÃO:

No Q1, após sete minutos, a cada 90 segundos um piloto foi eliminado. Depois, uma eliminação seis minutos após o início do Q2 e cinco minutos depois do começo do Q3.

A "zebra", digamos, na primeira fase de eliminados, ficou por conta de Daniil Kvyat (Red Bull), que parte em 18º, bem atrás do companheiro de equipe, Daniel Ricardo, o oitavo no grid. Outro que não avançou desta parte do treino foi o brasileiro Felipe Nasr (Sauber), liberado pela Sauber sem tempo para conseguir uma volta rápido, o que fez com que obtivesse apenas o 17º tempo.

No Q2, Valterri Bottas (Williams), também acabou não avançando, mas aí por não ter conseguido "encaixar" uma volta rápida. A McLaren, que apresentou evolução, optou por preservar seus pilotos nos boxes, supondo que não seriam superados, mas isso não se confirmou e eles também não foram ao Q3. Fernando Alonso larga em 12º e Jenson Button em 13º.

Na fase final, com oito pilotos disputando a pole, Hamilton tinha a melhor volta (1min23s837) e Rosberg não conseguiu superá-lo, fazendo 1min23s197. Sem pneus novos, a Ferrari acabou abdicando da disputa. Foi a 50ª pole de Hamilton na F1.

No extremo da tabela de tempos o quadro não mudou também. Os dois carros da Manor largam da última fila, com os estreantes Rio Haryanto e Pascarl Wehrlein, em 21º e 22º, respectivamente. Em seu primeiro GP na F1, a norte-americana Haas posicionou seus dois carros imediatamente à frente dos dois da Manor, com Romain Grosjean em 19º e Esteban Gutiérrez em 20º.

A prova será disputada a partir das 2h deste domingo (horário de Brasília) pelos 5.303 metros do traçado de Albert Park, com um total de 58 voltas.

Foto: UOL

GRID PARA O GP DA AUSTRÁLIA - MELBOURNE 

1. Lewis Hamilton (ING/Mercedes) 1m 23.837
2. Nico Rosberg (ALE/Mercedes) 1m 24.197
3. Sebastian Vettel (ALE/Ferrari) 1m 24.675
4. Kimi Raikkonen (FIN/Ferrari) 1m 25.033
5. Max Verstappen (HOL/Toro Rosso-Ferrari) 1m 25.434
6. Felipe Massa (BRA/Williams-Mercedes) 1m 25.458
7. Carlos Sainz Jr (ESP/Toro Rosso-Ferrari) 1m 25.582
8. Daniel Ricciardo (AUS/Red Bull-TAG Heuer ) 1m 25.589

Q2
9. Sergio Pérez (MEX/Force India-Mercedes) 1m 25.753
10. Nico Hulkenberg (ALE/Force India-Mercedes) 1m 25.865
11. Valtteri Bottas (FIN/Williams-Mercedes) 1m 25.961
12. Fernando Alonso (ESP/McLaren-Honda) 1m 26.125
13. Jenson Button (ING/McLaren-Honda) 1m 26.304
14. Jolyon Palmer (ING/Renault) 1m 27.601
15. Kevin Magnussen (DIN/Renault) 1m 27.742

Q1
16. Marcus Ericsson (SUE/Sauber-Ferrari) 1m 27.435
17. Felipe Nasr (BRA/Sauber-Ferrari) 1m 27.958
18. Daniil Kvyat (RUS/Red Bull-TAG Heuer) 1m 28.006
19. Romain Grosjean (FRA/Haas-Ferrari) 1m 28.322
20. Esteban Gutiérrez (MEX/Haas-Ferrari) 1m 29.606
21. Rio Haryanto (INA/Manor-Mercedes) 1m 29.627
22. Pascal Wehrlein (ALE/Manor-Mercedes) 1m 29.642

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Bah
    0
  • 2 Atl
    0
  • 3 Cor
    0
  • 4 Spo
    0
  • 5 Red
    0
  • Veja tabela completa