Pista molhada foi um desafio no começo dos trabalhos para o GP do Brasil. Foto: Aston Martin Red Bull Racing

Pista molhada foi um desafio no começo dos trabalhos para o GP do Brasil. Foto: Aston Martin Red Bull Racing

O tailandês Alexander Albon (Red Bull) foi o mais rápido no primeiro treino livre, realizado nesta sexta-feira (15) em Interlagos, palco da penúltima etapa do Mundial de Fórmula 1, prova marcada para começar às 14h10 do próximo domingo (17).

O asfalto molhado foi o principal adversário dos pilotos que utilizaram compostos para chuva extrema e depois intermediários, na medida em que a chuva foi diminuindo e o asfalto ganhando um trilho seco.

A Ferari foi a primeira equipe a entrar no traçado paulistano de 4.309 metros, e ocm seus dois pilotos: Vettel e Leclerc. Eles eram os mais rápidos até retornarem aos boxes, nesta ordem, o alemão em primeiro e o monegasco em segundo.

A Mercedes só liberou Valtteri Bottas para a pista depois de uma hora do início da sessão, e foi com pneus intermediários que ele estabeleceu o melhor giro, em 1min16s693, superando Vettel.

Mas a liderança do finlandês não durou muito. Em seguida foi a Red Bull que acionou o motor Honda do carro do tailandês Alexander Albon para que ele colocasse seu nome no topo da tabela, com 1min16s142, 0s551 melhor que Bottas, o segundo colocado.

Na sequência apareceram os dois carros da Ferrari, com Sebastian Vettel (Ferrari) em terceiro e Charles Leclerc em quarto. Carlos Sainz Jr., com a Renault, fechou a sessão em quinto e depois dele vieram os dois carros da Renault, com Nico Hulkenberg em sexto e Daniel Ricciardo em sétimo.

TENTATIVAS FRUSTRADAS COM PNEUS SLICKS...

O asfalto estava mais seco e quando restavam cinco minutos para o final do ensaio vários pilotos deixaram os boxes com pneus macios, em busca da volta mais rápida, caos de Hamilton, Verstappen e Leclerc.

Verstappen rodou na segunda "perna" do "S" do Senna mas conseguiu se livrar de bater na proteção de pneus. Mesma sorte não teve Albon, que se acidentou na Junção, quebrando a suspensão dianteira direita de sua Red Bull, mas mesmo assim garantiu-se na liderança do TL1. A bandeira vermelha foi acionada e, com o cronômetro ativado, a sessão terminou.

SEM TEMPO

Quatro pilotos fizeram apenas voltas de instalação e não completaram nenhum giro cronometrado, casos de Grosjean, Pérez, Verstappen e Hamilton.

O próximo treino livre acontece a partir das 15h, também com duração de uma hora e meia, e a meteorologia indica tempo instável em Interlagos, condição que não deverá ser repetida no sábado e no domingo, quando a tendência é a de que os trabalhos sejam com pista seca.

COMO FOI O GP BRASIL EM 2018...

No ano passado a pole em Interlagos foi de Hamilton, com 1min07s281, novo recorde do traçado paulistano de 4.309 metros. O mesmo Hamilton (Mercedes) venceu a prova, seguido por Verstappen (Red Bull) e Raikkonen (Ferrari). Leclerc, então piloto da Sauber, terminou a prova na sétima colocação.

1º TREINO LIVRE PARA O GP DO BRASIL DE F1 - INTERLAGOS

 

PROGRAMAÇÃO COMPLETA PARA O GP DO BRASIL - HORÁRIOS DE BRASÍLIA

Sexta-feira, 15 
Treino Livre 1   11:00 – 12:30 
Treino Livre 2   15:00 – 16:30 

Sábado, 16 
Treino Livre 3   12:00 – 13:00
Classificação – 15:00 – 16:00

Domingo, 17 
Largada para a prova (71 voltas) – 14:10    

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Fla
    90
  • 2 San
    71
  • 3 Pal
    71
  • 4 Grê
    65
  • 5 Ath
    63
  • Veja tabela completa