Centroavante anunciado em 21 de agosto vive imbróglio com seu antigo clube na China. Foto: Ivan Storti/Santos FC

Centroavante anunciado em 21 de agosto vive imbróglio com seu antigo clube na China. Foto: Ivan Storti/Santos FC

Contratado para assumir a vaga deixada por Kaio Jorge, o atacante Léo Baptistão já trabalha normalmente no CT Rei Pelé, mas ainda não foi apresentador e sequer registrado pelo Santos.

Baptistão foi anunciado no dia 21 de agosto e, dez dias depois, ainda não está regularizado por conta de um imbróglio envolvendo sua ex-equipe na China.

Léo rescindiu com o Wuhan de forma unilateral na Justiça alegando o não pagamento de salários por parte dos chineses. Questionado a quebra de contrato, o clube e a Federação Chinesa não enviaram o Certificado Internacional de Transferência (ITC) ao Santos para que pudesse registrar o atacante.

O Peixe procurou a CBF, que também não teve sucesso no contato com os chineses. Desse modo, segundo a Gazeta Esportiva, o clube da Vila Belmiro acionou a Fifa. Na entidade máxima do futebol, o Peixe pede o registro provisório de Baptistão até que o processo contra o Wuhan se resolva.

A expectativa santista é de que a novela tenha um desfecho positivo em breve. Existe a esperança de que o Baptistão fique apto a reforçar a equipe do técnico Fernando Diniz diante do Cuiabá, na partida válida pelo Brasileirão, no próximo sábado (4).

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Bah
    0
  • 2 Atl
    0
  • 3 Cor
    0
  • 4 Spo
    0
  • 5 Red
    0
  • Veja tabela completa