Rogério Caboclo descartou suspender o futebol no país. Foto: Lucas Figueiredo/CBF

Rogério Caboclo descartou suspender o futebol no país. Foto: Lucas Figueiredo/CBF

O presidente da CBF, Rogério Caboclo, segue firma na sua posição de não paralisar o futebol brasileiro em meio à pandemia. Em reunião com os presidentes dos clubes das Séries A e B do Brasileirão, Caboclo subiu o tom para reforçar sua ideia de manter as competições nacionais.

Segundo o jornal O Dia, que teve acesso ao vídeo da reunião, Caboclo adotou um discurso duro e afirmou que a TV Globo, detentora dos direitos de transmissão das competições, e patrocinadores dos campeonatos compartilham da mesma opinião que a CBF.

“As pessoas em casa sob bandeira vermelha, sob bandeira preta... eu não abrirei mão a não ser sob doutorado dos senhores de deixar de jogar as competições nacionais e retirar nas internacionais e incorporará as Estaduais... Então, por gentileza, vamos pensar agora: nós podemos parar o futebol? a Rede Globo não quer. Ninguém quer (parar o futebol), seus patrocinadores não querem. E se parar sabe quando nós temos a segurança de dizer que a gente pode voltar? Nunca. No dia que o Governador do Mauricio (não cita o sobrenome) disser que pode. No dia que o Prefeito de São Nunca disser que pode... Eu não vou estar a mercê de nenhum deles. Eu vou... Landim, Galiotte, todos os presidentes.. eu vou mandar no futebol brasileiro e vou determinar que vai ter competição e que vocês estão f.... se não tiver (competições)”, afirmou Caboclo em resposta ao presidente do Palmeiras, Maurício Galiotte, segundo reportagem de O Dia.

Mostrando certa irritação, Caboclo questionou aos presidentes dos clubes de alguém se opunha à posição da CBF e encerrou a discussão.

Acho que todos querem a continuidade. Algum presidente aqui presente é contra a continuidade?",  indagou o dirigente.

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Bah
    0
  • 2 Atl
    0
  • 3 Cor
    0
  • 4 Spo
    0
  • 5 Red
    0
  • Veja tabela completa