Raposa elimina o Galo, Tricolor despacha o Bahia, Inter vira contra o Palmeiras e Furacão surpreende o Fla no Maracanã

Raposa elimina o Galo, Tricolor despacha o Bahia, Inter vira contra o Palmeiras e Furacão surpreende o Fla no Maracanã

Campeonato brasileiro e Copa do Brasil efetivamente não falam a mesma linguagem. Dos quatro clube classificados nesta quarta-feira para as semifinais do torneio brasileiro, nenhum deles figura sequer no G-4 do Brasileirão.
 
Desses, o mais bem posicionado na tabela é o Internacional, que ocupa a 5ª colocação no certame nacional com 16 pontos conquistados.
 
O segundo é o Grêmio, figurando em 10º lugar com 14 pontos, o terceiro é o Athlético PR na 12ª posição  com 13, e o quarto é o Cruzeiro, com apenas 9 pontos alcançados em 17º lugar, marcando passo portanto no Z-4. 
 
Que me desculpem os palmeirenses e o técnico Felipão, mas a liderança do Palmeiras no Brasileirão, não condiz com o nível futebolístico que tem sido revelado pelo alviverde paulista e pode estar com os dias contados.  
 
Nos dois confrontos que disputou com o Internacional pela Copa do Brasil, o time do Alilanz Parque apresentou um rendimento de baixo nível, permitindo dizer que a vitória de 1 a 0 que obteve em casa foi imerecida e que a derrota nos pênaltis, nesse jogo do Beira-Rio, pode ser considerada um prêmio, já que foi amplamente dominado e merecia perder no tempo normal até por um placar bem próximo de uma goleada. 
 
O segundo gol colorado, anulado após consulta ao VAR, foi uma tremenda injustiça, porque não se viu nenhuma falta, após a cobrança do escanteio que o originou, que pudesse ser minimamente invocada como pretexto para invalidar a cabeçada certeira de Víctor Cuesta. 
 
Tudo leva a  crer que a decisão do inseguro árbitro catarinense que mediou a partida, anulando o gol de desempate colorado, foi uma forma de compensação ao Palmeiras pelo pênalti contra o Inter, que o juiz apitou e voltou atrás, por conta do que viu no VAR.  
 
Contudo, é preciso ter em mente que o resultado da primeira utilização do árbitro de vídeo nesse jogo foi corretíssima, uma vez que a queda de Felipe Melo na área não foi consequente de contato físico com algum jogador do Inter.
 
O que ficou claro, à vista de todos, é que possivelmente houve uma simulação por parte do atleta palmeirense,que ao ficar sem a bola deve ter resolvido cavar uma penalidade da forma malandra como bem conhecemos.
 
Aliás,  a descaracterização do lance faltoso que teria gerado o pênalti implicaria necessariamente na apresentação do cartão amarelo a Felipe Melo, por simulação de falta não sofrida. 
 
Não há como ignorar, nessa passagem inglória do Palmeiras pela Copa do Brasil, que com esse futebol que vem apresentando o time de Felipão está longe de merecer ser considerado o virtual campeão brasileiro de 2019.
 
Para garantir os escassos três pontos que o mantêm à frente do vice-líder Santos e até disparar na tabela do Brasileirão, o time palmeirense precisa melhorar muito seu padrão de jogo, uma vez que esse que aí está não corresponde ao plantel milionário que possui, o que coloca Felipão numa sinuca de bico, já que não está sabendo tirar do plantel qualificado que tem na mão tudo quanto ele é capaz de render. 
 
A breve projeção que se pode fazer acerca do que acontecerá nessa reta final da Copa do Brasil é que, a rigor, não existe franco favorito para a conquista do título, já que o nível futebolístico dos quatro semifinalistas é bastante equilibrado. 
 
Contudo, isso não impede que se diga que Grêmio e Cruzeiro sustentam um leve favoritismos em relação aos demais concorrentes, haja vista se tratar das duas equipes mais copeiras do país, que somam juntas nada menos do que 11 título da Copa do Brasil. 
 
Particularizando a projeção em torno das possibilidades de a dupla Gre-Nal chegar à final, o Grêmio leva uma breve vantagem em relação ao arquirrival colorado, uma vez que enfrenta nessa disputa o Athlético PR, sem tradição no torneiro, enquanto  o Inter tem pela frente o Cruzeiro, positivamente uma pedreira nesse tipo de competição mata-mata. 
 
Esses dados meramente teóricos, contudo, não afastam nem por hipótese a possibilidade de que o título da Copa do Brasil deste ano venha a ser decidido  num clássico Gre-Nal, pois tanto o Grêmio quanto o Inter chegaram a essa altura do torneio de forma meritória, superando seus adversários de forma soberba e insofismável. 
Fale com nosso comentarista Lino Tavares - Contatos:jornalino@gmail.com - https://twitter.com/jornalino -  WHATSAPP – (55) 981032575 - Redes sociais: https://www.facebook.com/lino.tavares.5 -   Página Planeta Artes Estrelas - Lino Mídia Celebrities - Mídia virtual:  Portal Terceiro Tempo (comentários)  -  Rede de Mídia Brasil Online - Rede de Mídia Online Internacional -  Revista Eletrônica Gibanet.com - Mídia Impressa: jornais Expresso Minuano - Diário Popular - Diário da Fronteira

 

Foto: UOL

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Fla
    61
  • 2 Pal
    53
  • 3 San
    48
  • 4 Cor
    44
  • 5 São
    43
  • Veja tabela completa