Josep Maria Bartomeu deixa o clube com déficit de 97 milhões de euros na última temporada. Foto: Divulgação

Josep Maria Bartomeu deixa o clube com déficit de 97 milhões de euros na última temporada. Foto: Divulgação

Com sua administração em crise e muito criticado por torcida, imprensa e pelos seus próprios jogadores, o presidente do Barcelona, Josep Maria Bartomeu, renunciou nesta terça-feira (27). A decisão inclui não só a saída do presidente, mas também de toda a diretoria barcelonista.

Bartomeu vinha convivendo com uma grave crise no Camp Nou por aspectos técnicos e financeiros. Foram muitas críticas de peças importantes do elenco barcelonista que criticaram publicamente a gestão do cartola, o principal crítico foi Lionel Messi, que chegou a pedir para deixar o clube após a histórica goleada sofrida diante do Bayern de Munique na última edição da Liga dos Campeões.

A frente do clube desde 2014, quando substituiu Sandro Rosel, Bartomeu comandou o Barça nas conquistas dos títulos Espanhol, da Copa do Rei e da Liga dos Campeões da Uefa. Ao final da última temporada, o Barcelona comunicou déficit milionário que ultrapassa os 97 milhões de euros.

Bartomeu entrou em rota de colisão com as principais lideranças do clube por conta da gestão. O último episódio conflituoso ficou por conta da redução salarial dos atletas. Boa parte do elenco barcelonista não aceitou a redução e criticou Bartomeu até o ponto em que a situação do cartola ficou insustentável.

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Bah
    0
  • 2 Atl
    0
  • 3 Cor
    0
  • 4 Spo
    0
  • 5 Red
    0
  • Veja tabela completa