Camisa 77 alvinegro tem cinco gols e duas assistências sob o comando de Sylvinho. Foto: Rodrigo Coca/Ag Corinthians

Camisa 77 alvinegro tem cinco gols e duas assistências sob o comando de Sylvinho. Foto: Rodrigo Coca/Ag Corinthians

O dia 20 de junho de 2021, quando o Corinthians empatou em 0 a 0 com o Bahia, jogando em Salvador, pelo Brasileirão, poderia ter marcado o fim da história de Jô no clube do Parque São Jorge. O desempenho ruim e a polêmica envolvendo a chuteira com detalhes verdes colocaram o centroavante no olho do furacão, levando a torcida alvinegra a pedir a dispensa do camisa 77. Três meses depois, a coisa mudou e Jô se tornou peça fundamental no time do técnico Sylvinho.

Desde o fatídico jogo contra o Bahia, Jô melhorou seu desempenho, passou a marcar gols importantes e se tornou o jogador da equipe com maior número de participações em gols da equipe alvinegra.

Em quatro meses sob o comando de Sylvinho, o Timão marcou apenas 20 gols. Desses, Jô participou ativamente de sete: marcou cinco e deu duas assistências.

O segundo jogador com maior número de participações no elenco alvinegro na Era Sylvinho é Gustavo Mosquito, com seis participações.

Com os cinco gols marcados até aqui, Jô é também o artilheiro da equipe desde que Sylvinho assumiu o comando alvinegro. O camisa 77 é também o maior goleador do time em toda a temporada, com oito gols no total, somando Brasileirão, Copa do Brasil, Paulista e Sul-Americana.

Ainda que por um bom tempo tenha sido bastante criticado, Jô alcançou em 2021 marcas importantes com a camisa corintiana: o centroavante se tornou o maior artilheiro da história da Neo Química Arena, ultrapassando Roero; e ainda passou Socrates e se tornou o segundo maior artilheiro do Timão na história do Brasileirão.

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Bah
    0
  • 2 Atl
    0
  • 3 Cor
    0
  • 4 Spo
    0
  • 5 Red
    0
  • Veja tabela completa