Treinador flamenguista viu crescer as críticas em sua direção após empate com a Chape. Foto: Alexandre Vidal/Flamengo

Treinador flamenguista viu crescer as críticas em sua direção após empate com a Chape. Foto: Alexandre Vidal/Flamengo

A temperatura está cada vez mais alta no Flamengo. Após empate com a lanterna chapecoense, na noite da última segunda-feira (8), pela 30ª rodada do Brasileirão, torcedores rubro-negros picharam os muros do CT do Ninho do Urubu, em protesto contra a equipe e o técnico Renato Gaúcho.

Na pichação, os torcedores questionaram: “R$ 200 milhões para nada?”, em referência ao investimento do Flamengo. “Dia 27 é guerra”, lembrando a final da Libertadores, que acontecem em 27 de novembro, contra o Flamengo.

As pichações também miraram o técnico Renato Gaúcho, que foi xingado pelos torcedores. O treinador vem sendo muito criticado no comando do clube, foi vaiado e xingado na eliminação da Copa do Brasil, diante do Athletico-PR, jogo em que a torcida cantou o nome do português Jorge Jesus.

Com o empate diante da Chapecoense, a equipe carioca foi a 54 pontos e viu sua distância para o líder Atlético-MG aumentar novamente para 11 pontos. Nesse momento, o Fla tem apenas 2% de chances de ser campeão.

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Bah
    0
  • 2 Atl
    0
  • 3 Cor
    0
  • 4 Spo
    0
  • 5 Red
    0
  • Veja tabela completa