Timão tem apenas 49,33% de aproveitamento em seu estádio no ano e já sofreu 30 gols. Foto: Rodrigo Coca/Ag Corinthians

Timão tem apenas 49,33% de aproveitamento em seu estádio no ano e já sofreu 30 gols. Foto: Rodrigo Coca/Ag Corinthians

O ano de 2021 está longe de agradar ao torcedor corintiano. Com muitos problemas financeiros, elenco abaixo mais frágil do que o dos últimos anos, o Timão alcançou uma marca negativa jogando em sua casa.

Com a derrota por 3 a 0 para o Flamengo no último domingo (1), em jogo válido pelo Brasileirão, o Corinthians bateu os recordes negativos de mais derrotas e mais gols sofridos em um ano na história da Neo Química Arena.

Ao ser batido pelo Mengão, o clube do Parque São Jorge chegou a oito derrotas em seu estádio no ano de 2021, superando a marca negativa de 2018, quando sofreu sete derrotas em todo o ano.

O ano vigente também já é aquele em que o Timão foi mais vazado em sua casa. Após o 3 a 0 para o Fla, o Timão somou 30 gols sofridos na Neo Química Arena em 2021. Anteriormente, o ano em que a equipe alvinegra mais havia sido vazada no estádio foi 2019, quando sofreu 28 gols. Com tudo isso, o Timão vive o pior aproveitamento anual da história da Neo Química Arena, com apenas 49,33% de aproveitamento no ano (25 jogos, dez vitórias, sete empates e oito derrotas).

Aproveitamento de Sylvinho é preocupante

Com pouco menos de três meses a frente da equipe corintiana, o técnico Sylvinho vem acumulando um desempenho muito ruim quando a equipe joga na Neo Química Arena.

Sob o comando do treinador, o Timão tem 8 jogos, 1 vitória, 2 empates e 5 derrotas. Isso significa apenas 20,83%. Antes da chegada de Sylvinho, a equipe tinha 62% de aproveitamento.

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Bah
    0
  • 2 Atl
    0
  • 3 Cor
    0
  • 4 Spo
    0
  • 5 Red
    0
  • Veja tabela completa