Investidores árabes devem aportar cerca de R$ 650 milhões até 2024 no Tricolor. Foto: Felipe Oliveira/ EC Bahia

Investidores árabes devem aportar cerca de R$ 650 milhões até 2024 no Tricolor. Foto: Felipe Oliveira/ EC Bahia

O Grupo City, dono do Manchester City e de mais dez clubes espalhados pelo mundo, está cada vez mais perto de fechar negócio para adquirir as ações da SAF do Bahia. Funcionário do grupo, Antonio Carlos Zago hoje é treinador do Bolívar, um dos clubes que pertence aos investidores, e confirmou que apenas detalhes separam a assinatura do contrato.

“Pelo que eu sei, estão praticamente terminando as negociações para que o grupo assuma o Bahia. Não sabe se agora em agosto ou em janeiro. Mas as negociações estão bem adiantadas”, disse Zago em entrevista ao GE.

“A gente torce para que dê certo, já que [o Bahia] é um grande clube, com uma grande torcida, uma cidade grande. Então a gente torce para que dê certo e para que o Bahia volte a brigar por títulos. O Bahia foi um dos maiores clubes aí [no Brasil] na década de 1980, conquistou Campeonato Brasileiro e merece ter novas grandes conquistas”,  completou.

No início de junho, o repórter André Hernan informou que representantes do City Group desembarcariam em Salvador para tratar de mais detalhes das negociações com o Bahia. A expectativa é de que, para adquirir a maior parte das ações do Tricolor de Aço, os investidores aportem cerca de R$ 650 milhões até 2024.

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Bah
    0
  • 2 Atl
    0
  • 3 Cor
    0
  • 4 Spo
    0
  • 5 Red
    0
  • Veja tabela completa