Camisa 10 do Brasil sentiu incomodo na região lombar, mas viajou normalmente para São Paulo com a delegação. Foto: Lucas Figueiredo/CBF

Camisa 10 do Brasil sentiu incomodo na região lombar, mas viajou normalmente para São Paulo com a delegação. Foto: Lucas Figueiredo/CBF

O atacante Neymar virou preocupação na seleção brasileira para a estreia nas eliminatórias da Copa de 2022, diante da Venezuela, nesta sexta-feira (9), na Neo Química Arena. Com dores nas costas, o camisa 10 não participou do treinamento da última quarta-feira e iniciou tratamento para ficar à disposição do técnico Tite.

Sem Neymar, Tite utilizou Everton Ribeiro na equipe titular jogando pelo lado direito do ataque ao lado de Everton Cebolinha e Roberto Firmino.

Na noite de quarta, a seleção desembarcou em São Paulo, onde finalizará a preparação para a partida. Em tratamento, Neymar viajou normalmente com a equipe, mas sua escalação ainda é uma incógnita.

“Neymar sentiu dores na região lombar no treino de hoje. Sem nenhuma história de trauma, ele foi retirado do treino, avaliado e iniciou tratamento na fisioterapia. Nós viajamos hoje para São Paulo, ele segue em tratamento, já foi medicado, mas essas próximas 24 horas serão importantes para ver como ele vai se recuperar. Uma nova avaliação será feita antes do treino e aí nós teremos uma ideia um pouco melhor”, explicou o médico da seleção, Rodrigo Lasmar.

A seleção brasileira estreia nas eliminatórias na próxima sexta-feira (9), às 21h30, diante da Bolívia, na Neo Química Arena, em São Paulo. Quatro dias depois encara o Peru, em Lima.

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Bah
    0
  • 2 Atl
    0
  • 3 Cor
    0
  • 4 Spo
    0
  • 5 Red
    0
  • Veja tabela completa